Siga o @canaltech no instagram

Galaxy Fold | Samsung mostra smartphone dobrável em ação em novo vídeo

Por Jessica Pinheiro | 25 de Fevereiro de 2019 às 11h42
Joy Macedo
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Galaxy Fold

Ficha técnica

Achou que a Samsung mostrou pouco do Galaxy Fold? Não se preocupe: a fabricante divulgou um vídeo de pouco mais de 4 minutos revelando mais do visual do smartphone dobrável. O B-roll (uma gravação suplementar com perspectivas de câmera diferentes) é silencioso na maior parte do tempo, mas oferece a chance de observar e escutar o modelo “mais de perto”, enquanto ele abre e fecha e demonstra algumas de suas principais funções.

Alguns apps também são mostrados em ação no dispositivo flexível, tais como o Instagram, a Netflix e o Google Maps, além da câmera — tanto no modo tablet quanto no modo telefone — e um ou outro jogo. O DeX também aparece, permitindo que o Galaxy Fold se conecte a um display através da saída USB-C e se transforme em uma experiência desktop. Por fim, também são divulgadas as diferentes cores do aparelho dobrável.

Vale ressaltar que as condições de iluminação do vídeo estão muito melhores do que a demonstração da Samsung na última semana, então é realmente possível visualizar melhor o smartphone, sua estrutura e seus modos de uso. O display Infinity Flex oferece 7,3 polegadas com resolução QXGA+ e proporção 4.2:3 quando está aberto (tablet). Quando fechado (modo telefone), passa a ter 4.6 polegadas em uma tela HD+ com 12:9 de proporção.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Quando o dispositivo está dobrado, uma tela separada do lado externo é usada. O vídeo ainda mostra que quando o aparelho está no modo telefone, o lado de fora possui bordas grandes. E, apesar de ter sido revelado há apenas alguns dias, a Samsung ainda não está deixando que a imprensa teste o smartphone flexível — o mesmo acontece com a Huawei Mate X e durante o Mobile World Congress 2019.

O Galaxy Fold está previsto para 26 de abril e custará US$1.980 (quase R$ 7.400 sem acréscimo de impostos e demais taxas). Apesar de caro, esta deverá ser a tendência para smartphones do gênero, uma vez que a Huawei anunciou seu Mate X neste domingo (24), que custa mais de R$ 9.700). A Oppo também começou a mostrar indícios de que também apostará na tecnologia dobrável e a Xiaomi parece já estar trabalhando em seu próprio modelo, o que pode significar mais aparelhos flexíveis com preços altíssimos no mercado.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.