Galaxy A73: Samsung pode usar tela OLED produzida por empresas chinesas

Galaxy A73: Samsung pode usar tela OLED produzida por empresas chinesas

Por Gustavo de Lima Inacio | Editado por Wallace Moté | 18 de Outubro de 2021 às 11h15
Ivo/Canaltech

A Samsung já começou a apresentar os dispositivos da sua geração de 2022, com a chegada do Galaxy A03s, que em relação ao seu antecessor trouxe poucas mudanças, com a principal delas sendo um leitor de impressões digitais. Mas, outros modelos da família já estão sendo alvo de burburinhos, como o Galaxy A13, Galaxy A53 e Galaxy A73.

A família Galaxy A é muito lucrativa para a Samsung, e a marca aparentemente está procurando formas de conseguir aumentar ainda mais sua margem de lucro. No caso do Galaxy A73, futuro modelo intermediário avançado da série, a gigante sul-coreana supostamente estaria em negociações para usar telas com tecnologia OLED produzida por empresas chinesas, segundo informações do site The Elec. 

(Imagem: Divulgação/Samsung)

Isso porque até então as telas OLED usadas em celulares mais caros da marca eram produzidas pela própria Samsung Display, e no caso do Galaxy A73 devem ser usados painéis da BOE e também da CSOT. Vale dizer que a CSOT já faz telas OLED para a sul-coreana, mas em baixa quantidade e para modelos específicos da série Galaxy M. 

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Caso a qualidade atenda as expectativas da Samsung, é possível que elas comecem a fornecer displays também para as séries mais caras da gigante, como a Galaxy S. Fazer esse "teste" com o Galaxy A73, um dos modelos mais avançados da família Galaxy A, pode ajudar com isso.

O Galaxy A73 deve ser apresentado em algum momento na primeira metade do ano que vem. Informações apontam para a possibilidade de o aparelho ser equipado com uma câmera de 108 megapixels, com estabilização óptica de imagem. Além disso, ele pode ser o primeiro intermediário a contar com chip Exynos e GPU AMD mRDNA. 

Fonte: SamMobile, The Elec

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.