Coronavírus pode reduzir a venda de smartphones pela metade na China

Por Rubens Eishima | 11 de Fevereiro de 2020 às 15h45
Divulgação/Huawei
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Mi 10 Pro 5G

Ficha técnica

A epidemia do novo coronavírus (2019-nCov) já mexeu bastante com o mercado de tecnologia e promete causar mais problemas nos próximos meses. Segundo estudos de mercado, a venda de smartphones na China pode cair até 50% no primeiro trimestre deste ano, devido ao fechamento de fábricas e lojas para conter a disseminação da doença.

Alguns lançamentos de produtos foram atrasados ou sofreram mudanças, caso do Xiaomi Mi 10 Pro 5G que terá uma apresentação online no próximo dia 13, ao invés da tradicional coletiva de imprensa em um auditório.

De acordo com a consultoria Canalys, um dos efeitos práticos da doença será retardar a popularização da rede 5G na China, após as quedas nas vendas. Outra consultoria, a IDC, prevê uma queda nas vendas de 30% no país asiático.

As medidas preventivas contra o novo coronavírus devem afetar não só o mercado chinês. Isso porque, afinal de contas, cerca de 40% do mercado global de smartphones é ocupado pelas gigantes chinesas: Huawei, Xiaomi, Oppo e Vivo. Além disso, boa parte da produção das demais fabricantes é feita ou tem parte da cadeia de componentes na China.

Um efeito mais imediato pode ser visto no Mobile World Congress (MWC) evento global que reúne os principais fabricantes de celulares. LG, Nvidia, Ericsson, Sony, Amazon, Intel, Vivo e NTT DoCoMo, já anunciaram que não participarão do evento, enquanto outras empresas deverão reduzir sua participação. Com isso, a organização da feira já pensa até mesmo em cancelar a edição deste ano.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o vírus já matou mais de 900 pessoas – uma delas fora da China – e teve cerca de 40.500 casos identificados. No Brasil, nenhum dos casos suspeitos foi confirmado até o momento.

Fonte: Reuters via Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.