Computex 2015: Brincamos com o Zenfone Selfie!

Por Pedro Cipoli
photo_camera Pedro Cipoli/Canaltech

De Taipei, Taiwan*

A ASUS lançou uma boa quantidade de produtos na Computex 2015, mas o Zenfone Selfie realmente chamou a nossa atenção, então corremos para brincar com ele o mais cedo possível nesse primeiro dia de feira. A grande maioria dos fabricantes está equipando seus smartphones com câmeras frontais mais potentes, aproveitando a recente onda de selfies, mas é a primeira vez que vemos um fabricante criar um smartphone especificamente para isso.

Nossa primeira impressão era de que o Zenfone Selfie possuía duas câmeras idênticas, uma na parte da frente e outra traseira, mas mesmo que elas tragam especificações bastante semelhantes, notamos uma diferença que vale a pena destacar. A abertura da câmera frontal é de f/2.2, um pouco menor do que a traseira, de f/2.0, mas vem com uma lente grande-angular. Ou seja, esqueça o pau de selfie (finalmente!), já que ela tem uma abertura grande o suficiente (88º) e você não precisa ficar tão longe do smartphone.

ASUS Zenfone Selfie

Ela tem tudo o que se esperaria de uma câmera traseira de excelente qualidade. Vem com 13 megapixels, tecnologia PixelMaster melhorada, flash com dois tons e capacidade de gravar vídeos em Full HD. A única coisa em que ela “perde” para a câmera traseira é no foco, que já que não é laser. Não vimos grandes problemas nisso, pois, em primeiro lugar, o foco não chega a ser devagar. Em segundo, bom, geralmente quem vai tirar uma selfie costuma ajustar bem a câmera antes de tirar uma foto, dando tempo de sobra para o foco.

ASUS Zenfone Selfie

O software de câmera é basicamente o mesmo da câmera traseira, trazendo o recurso “nível de beleza” e um contador incluso diretamente no botão de tirar fotos. Há uma boa quantidade de controles, e de uma forma geral podemos dizer, depois de testes rápidos, que ele não vai decepcionar quem busca um smartphone pensado desde o início em oferecer a melhor experiência em selfies.

ASUS Zenfone Selfie

Em relação ao resto do aparelho, trata-se de um Zenfone 2 mais básico nas configurações, mas virtualmente idêntico no visual. A tela continua com 5,5 polegadas, resolução de 1080p e tecnologia LCD IPS, mas vem com uma diferença importante: vem com proteção Gorilla Glass 4, enquanto o Zenfone 2 vem com Gorilla Glass 3, garantindo uma proteção extra contra riscos e arranhões.

ASUS Zenfone Selfie

Já a configuração mudou bastante. Ao invés de um chip Intel, tradicional em produtos da ASUS, temos um Snapdragon 615 da Qualcomm (MSM8939), um chip de oito núcleos baseado no Cortex-A53 desenvolvido para equipar modelos intermediários. Naturalmente, ele não oferece a brutalidade de performance do Zenfone 2, e nem essa é a intenção da ASUS, mas não engasgou em nenhum momento durante o nosso hands-on.

ASUS Zenfone Selfie

Ele também será um 4G dual-chip, algo que está se tornando bastante comum e que é uma característica fundamental para um aparelho para fazer sucesso no Brasil. A ASUS não garante que ele virá para o Brasil, ainda que a probabilidade de que ele chegue aqui seja bastante alta. Um modelo dual-chip, com foco em selfies e preço previsto bastante competitivo (pelo menos essa é a previsão para o mercado internacional), uma receita e tanto para ele dar certo por aqui.

*O jornalista viajou a Taipei a convite da ASUS

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.