Celulares com recarga sem fio de 100 W devem ser realidade em 2021

Por Diego Sousa | 13 de Outubro de 2020 às 12h28
Oppo

Smartphones com suporte a carregamento sem fio já ultrapassaram a marca dos 50 W de potência, caso do Mi 10 Ultra, mas a tendência para 2021 deve ser o dobrar essa capacidade. A informação vem do vazador Digital Chat Station e aponta para um futuro de cargas ultrarrápidas e sem fio.

Em publicação na rede social Weibo, o informante afirmou que teve acesso aos roadmaps de diversas fabricantes, onde pôde encontrar o desenvolvimento de tecnologias de carregamento sem fio na casa dos 100 W de potência.

Até o momento, nenhuma companhia revelou planos de lançar uma solução de recarga sem fio com tamanha velocidade, mas meios para isso não devem faltar. Em julho deste ano, por exemplo, a Qualcomm anunciou o padrão Quick Charge 5, que é compatível com potências superiores a 100 W.

Apesar de a Xiaomi ser a única fabricante a ter um celular no mercado com suporte a carregamento sem fio de 50 W, sua rival OPPO é a fabricante que tem a tecnologia de carregamento wireless mais rápida — o 65 W AirVOOC, que é capaz de recarregar um smartphone de 4.000 mAh em 30 minutos, promete a empresa.

Briga de conterrâneas

A corrida para quem apresenta a tecnologia de carregamento mais rápida do mercado tem três fabricantes chinesas no dianteira: Oppo, Vivo e Xiaomi. Atualmente, a liderança é da Oppo com sua tecnologia Flash Charge de 120 W, que promete recarregar (com fio) uma bateria de 4.000 mAh em apenas 20 minutos, sendo que ir de 0% a 50% levaria pouco mais de 5 minutos.

Xiaomi e Vivo dividem o segundo lugar com suas soluções de 120 W cada, mas são as únicas do mercado que já possuem um smartphone nas lojas que suporte essa velocidade, casos do Mi 10 Ultra e do iQOO 5 Pro.

Fonte: Gizmochina

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.