Apple anuncia iPhone Xs, iPhone Xs Max e iPhone XR, todos com chip A12

Por Ares Saturno | 12 de Setembro de 2018 às 15h22
Tudo sobre

Após a apresentação do novo Apple Watch Series 4, Tim Cook contou à plateia do evento "Gather Round" sobre como o iPhone X mudou a história dos smartphones no mundo se tornando o número um em vendas, chamando a atenção para a satisfação de 99% dos clientes que possuem um desses dispositivos. Mas isso ainda é pouco progresso frente ao que vem a seguir, segundo o executivo.

iPhone Xs e iPhone Xs Max

O iPhone XS foi apresentado ao público por Phill Schiller, inicialmente com ênfase em seu elegante acabamento em metal que traz tela feita com o vidro OLED Super Retina mais resistente já utilizado em smartphones. As cores disponíveis para o iPhone Xs são dourada, prata e cinza espacial.

O iPhone Xs, com tela de 5,8 polegadas, assim como seu irmão maior, o iPhone XS Max, com 6,5 polegadas, possui resistência a poeira e umidade. Se seu precioso aparelho cair na piscina, não há motivos para pânico. Outros líquidos também não são ameaças para eles: suco, vinho, cerveja, até mesmo produtos de limpeza não causarão danos aos novos iPhones Xs.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O A12 Bionic é o mais potente processador já usado num smartphone (Imagem: Apple)

Falando em componentes internos, a grande novidade da Apple são os chips A12 Bionic, os primeiros processadores de 7 nanômetros usados em smartphones no mundo, como havia sido adiantado em um rumor. Com 6,9 bilhões de transistores, o poderoso componente é capaz de executar mais de 5 trilhões de operações por segundo simultaneamente, tornando os iPhones Xs e Xs Max uma alternativa robusta para quem procura por alta performance. Com uma CPU de 6 núcleos, uma GPU quad-core que promete 50% mais rapidez quando comparada à GPU usada no A11 e uma versão atualizada da Neural Engine para dar conta de operações de machine learning e inteligência artificial, o A12 Bionic permite maior eficiência ao aparelho.

O espaço para guardar seus arquivos e instalar aplicativos também está mais robusto: serão 512 GB de armazenamento interno.

Sobre os rumores que afirmavam a possibilidade de versões dual-SIM, há a informação que há apenas um slot físico para chips SIM mas que, a depender da região e da operadora, é possível habilitar uma segunda linha com o uso de eSIM.

Com maior análise do processador, os novos aparelhos prometem alta performance (Imagem: Reprodução / Apple)

O FaceID também ganhou novidades e agora é o processo de segurança mais seguro e certeiro já usado em um smartphone, graças ao jogo duplo de câmeras posicionados frontalmente, onde um elegante notch agrupa funcionalidades diversas. Lá ficam a câmera infravermelha, o sensor de proximidade, um alto falante, um microfone, a câmera frontal e um sensor de luz ambiente.

Ainda nas câmeras frontais, com uma lente de 7 MP e outra infravermelha, o TrueDepth permite criar e personalizar a profundidade das selfies com ajuda das ferramentas de inteligência artificial e machine learning do chip A12 Bionic, que trabalha integrado às câmeras, interpretando o ambiente ao seu redor e escolhendo a melhor configuração para cada caso.

Machine Learning para melhores fotos e vídeos (Captura de Tela: Reprodução / Apple)

As câmeras traseiras dos iPhones Xs e Xs Max vêm com uma lente de 12 MP e abertura f/1.8, e outra também de 12 MP, mas com zoom óptico de 2 vezes. Elas possuem o flash TrueTone e estabilizador óptico de imagem, criando mais fidelidade de cores e fotos e vídeos mais nítidos.

As baterias dos iPhones Xs prometem 30 minutos a mais de duração quando comparadas à bateria presente no iPhone X, enquanto as baterias usadas nos iPhones Xs Max conferem ganho de 1h30 em relação à versão anterior.

iPhone XR

Com tela de 6,1" em LCD Liquid Display, o iPhone XR deve chegar com preços menos salgados ao mercado (Imagem: Reprodução / Apple)

Um terceiro modelo de iPhone também foi lançado durante o evento: trata-se do iPhone XR com tela LCD de 6,1 polegadas. Espera-se que esse modelo seja especialmente interessante para os mercados emergentes como o Brasil por ter tela de cristal líquido, que barateia o custo de produção e o preço final para o consumidor.

Há somente uma câmera traseira no iPhone XR, capaz de fazer fotos em modo retrato com o software que utiliza inteligência artificial.

Assim como o iPhone Xs Max, a bateria do XR promete 1h30 a mais de duração.

Preços e envios

Preços dos iPhones ao longo dos anos mostra a evolução tecnológica da Apple (Imagem: Reprodução / Apple)

Quando se fala de novidades em relação aos iPhones, é melhor preparar o bolso. O iPhone XR, mais econômico dentre os três lançamentos anunciados nesta quarta-feira (12), vai custar a partir de US$ 749. Já os aparelhos com tela AMOLED serão significativamente mais caros: o iPhone Xs custará a partir de US$ 999 e o iPhone Xs Max, enorme, chegará ao mercado custando a apartir de US$ 1.099. Eles podem ser encomendados na pré-venda, que inicia na sexta-feira (14), sendo enviados depois de 21 de setembro. Uma segunda leva de aparelhos será enviada a partir do dia 28 de setembro.

No mesmo evento, a Apple também anunciou o novo Apple Watch, e você acompanha tudo sobre ele neste link:

navegador!
Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.