Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Crítica The White Lotus | Temporada 2 termina ainda mais divertida e genial

Por| Editado por Jones Oliveira | 12 de Dezembro de 2022 às 20h15

Link copiado!

HBO
HBO

Dias antes da estreia do último episódio da segunda temporada de The White Lotus, o que mais se via nas redes sociais dos fãs da série eram teorias sobre quem seria a vítima da vez. Assim como na primeira temporada, a trama mostrou logo no começo que um dos hóspedes do resort não sairia de lá com vida.

The White Lotus estreou sua primeira temporada em 2021, conquistando com seus personagens peculiares, diálogos ácidos e paisagens encantadoras. Não demorou para que a série criada por Mike White fosse renovada, deixando as expectativas nas alturas para um novo sucesso.

Felizmente, a segunda temporada de The White Lotus foi mais do que bem-sucedida, marcando o ano de 2022 com sua história e elenco cativantes.

Continua após a publicidade

Atenção: esta crítica contém spoilers sobre quem morre em The White Lotus!

Algumas coisas mudaram na segunda temporada de The White Lotus em comparação com a primeira. Em vez de acontecer mais uma vez no Havaí, a trama viajou até a Itália, mais precisamente na região da Sicília. Então, os novos episódios acontecem em uma filial do resort que também não dispensa cenários incríveis.

A outra mudança é que apenas uma personagem voltou à série: Tanya. Interpretada por Jennifer Coolidge, a ricaça continuou agradando os fãs da série que torciam para que ela não fosse a vítima da vez. O talento de Coolidge é inegável, ainda que grande parte de seus trabalhos sejam mulheres com características parecidas. Isso, no entanto, acaba sendo o grande charme da atriz.

Elenco impecável

Mas além do talento de Jennifer, a temporada 2 de The White Lotus conseguiu se superar no elenco, trazendo mais atores e atrizes que se encaixaram perfeitamente em seus personagens. Todos têm o seu valor, não há como negar, mas alguns merecem destaque, talvez por seus enredos serem mais interessantes.

A começar pela dupla de italianas Mia (Beatrice Grannò) e Lucia (Simona Tabasco), que sempre estiveram alheias às histórias mais graves da série. Enquanto cada um dos personagens enfrentavam seus problemas, elas exploravam os homens mais fracos para conseguir o que queriam. No fim, enquanto todos enfrentavam um caos pessoal, elas saíram no lucro. Literalmente.

Continua após a publicidade

Aubrey Plaza, que interpretou Harper, já é uma veterana na comédia mesmo com apenas 38 anos de idade. A atriz soube conduzir com maestria o gênio de sua personagem, que simplesmente não suportava o casal de amigos do marido Ethan (Will Sharpe). Inclusive, o fechamento da história de Harper e Ethan conseguiu ser satisfatório mesmo que o espectador tenha ficado com algumas respostas apenas na imaginação.

O casal Daphne (Meghann Fahy) e Cameron (Theo James) também protagonizaram bons momentos na temporada, mas quem se destaca na atuação é Meghann. Sua personagem, aparentemente, é uma esposa inocente e que não sabe do que o marido é capaz. Aos poucos a história de Daphne é desconstruída com uma atuação impecável da atriz, que consegue dizer muito apenas com expressões faciais e frases que deixam tudo subentendido.

Continua após a publicidade

Resolução

Mostrando que fugiria do óbvio mais uma vez, The White Lotus matou a personagem que menos queríamos que morresse: Tanya. As teorias apontavam principalmente para a morte de Portia (Haley Lu Richardson), que seria a vítima do grupo de homens gays que estavam tentando roubar Tanya, em um esquema muito mais surpreendente do que esperávamos.

No entanto, graças à desconfiança de Portia com Jack (Leo Woodall) e a boa vontade do jovem, ela conseguiu se safar. O enredo da personagem também foi bastante importante para a história, se amarrando perfeitamente ao de Albie (Adam DiMarco) ao final.

Continua após a publicidade

É possível ficar horas destrinchando como os roteiros se encontram de maneira impecável, ou ainda como os personagems são tão incríveis e interessantes. Mas quem é fã de The White Lotus é capaz de perceber tudo isso, afinal é impossível não ter o que comentar sobre a série e a mente criativa de Mike White e roteiristas. Até mesmo a morte de Tanya acontecendo da forma mais boba possível consegue ser genial para a o destino da personagem e pelo humor ácido entregue pela trama.

The White Lotus conseguiu trazer uma temporada mais incrível que a primeira, deixando as expectativas para a terceira, que deve acontecer na Ásia, ainda maiores. Os novos episódios, com certeza, consagram a trama como uma das melhores temporadas de séries lançadas em 2022.

As duas temporadas de The White Lotus podem ser assistidas na HBO Max.