Publicidade

Golpe promete Netflix de graça e pagamento a quem escrever críticas de cinema

Por| Editado por Wallace Moté | 10 de Agosto de 2023 às 07h40

Link copiado!

Divulgação/Norton
Divulgação/Norton
Tudo sobre Netflix

Já sonhou em ser crítico de cinema? Sua hora pode ter chegado, de acordo com um novo golpe que vem sendo disseminado pelo WhatsApp. Em contatos feitos com usuários do mensageiro, cibercriminosos prometem pagamentos de até R$ 800 por dia para quem escrever resenhas de filmes, além de Netflix de graça para consumir os conteúdos que serão analisados.

As mensagens chegam aleatoriamente, apenas com a proposta de falso trabalho em um arquivo de imagem e um link, que já vem sendo identificado como malicioso por antivírus e soluções de segurança. Ao clicar, o usuário é direcionado diretamente a uma outra conta no WhatsApp, com DDD do estado de Rondônia e respostas aparentemente automáticas.

Continua após a publicidade

O golpe se desenrola como outras fraudes recentes envolvendo falsas vagas de emprego ou a compra de engajamento em redes sociais de supostos influenciadores. Novamente, há uma proposta financeira, com bônus de R$ 47 para cadastro em um aplicativo fornecido pelos golpistas, que exige menos de 10 minutos para a realização de tarefas em troca de retorno financeiro de R$ 200 a R$ 800 por dia, pagamentos maiores que os disponíveis em muitas posições de destaque do mercado.

Desnecessário dizer que em nenhum momento há a oportunidade de escrever críticas de cinema ou fornecer acesso gratuito à Netflix. Por trás de ofertas assim estão esquemas envolvendo aplicativos que exploram cliques em anúncios para gerar rendimento aos bandidos. Através dos links enviados pelo WhatsApp, eles também podem lucrar com programas de afiliados, que os remuneram pelos cadastros realizados pelas vítimas.

Ainda, os golpes também envolvem a interação com sites suspeitos, supostamente relacionados a e-commerces conhecidos, que podem levar à instalação de aplicativos com vírus. A vítima também pode ser induzida a realizar transferências via Pix em prol de taxas ou liberações de plataformas, sem jamais receber qualquer compensação prometida.

Continua após a publicidade
O Canaltech está no WhatsApp!Entre no canal e acompanhe notícias e dicas de tecnologia

Neste caso específico, não se trata de um golpe dos mais elaborados. O comportamento das contas envolvidas parece automatizado, jamais respondendo diretamente às perguntas feitas pelo usuário e, por vezes, levando várias horas para retornar. O falso convite para escrever sobre cinema também aparece mal traduzido, enquanto detalhes estão em inglês, indicando o uso de tradutores automáticos ou o foco não somente em brasileiros, uma abrangência que dificilmente seria possível em uma proposta de produção de conteúdo.

Fique atento a supostas vagas de emprego enviadas pelo WhatsApp

A principal recomendação de segurança contra golpes desse tipo é olho vivo para oportunidades de trabalho e remuneração. Quanto uma oferta parece boa demais para ser verdade, com propostas lucrativas para pouca dedicação, ela normalmente é falsa e voltada a se aproveitar das dificuldades financeiras e falta de trabalho que atingem tantos brasileiros.

Além disso, vale lembrar que processos seletivos dificilmente funcionam desta maneira, com o próprio candidato devendo demonstrar interesse em uma determinada vaga antes de ser contatado de volta. Mais um motivo para desconfiar de abordagens desse tipo, que já começam no WhatsApp, fora de sites oficiais das empresas.

Continua após a publicidade

O ideal é jamais clicar em links ou baixar aplicativos enviados por estes meios, simplesmente ignorando os contatos. Não entregue dados pessoais nem realize cadastros, enquanto mantém soluções antivírus instaladas no computador e no celular, já que neste e em tantos outros casos, tais aplicações ajudam a identificar sites fraudulentos e alertam o usuário sobre o perigo.