Variante Delta é responsável por 23% dos casos da COVID na Grande SP, diz estudo

Variante Delta é responsável por 23% dos casos da COVID na Grande SP, diz estudo

Por Fidel Forato | Editado por Luciana Zaramela | 04 de Agosto de 2021 às 14h10
Mohamed Hassan/Pixabay

No dia 6 de junho, a prefeitura de São Paulo anunciou o primeiro caso oficial da variante Delta do (B.1.617) coronavírus SARS-CoV-2 na cidade. Em seguida, foi confirmada a transmissão comunitária da variante — quando não é mais possível identificar a origem da infecção. Agora, um relatório divulgado pelo Instituto Adolfo Lutz aponta que 23,5% dos novos casos da COVID-19 na Grande São Paulo foram causados pela variante descoberta na Índia.

Os dados do instituto foram apresentados no último relatório de monitoramento das variantes do coronavírus. Este mapeamento é feito semanalmente pelo Adolfo Lutz com base na amostragem de testes positivos recolhidos pelo estado. No entanto, o número de amostras sequenciadas é baixo perto do número de novas infecções notificadas, portanto a incidência da variante Delta pode ser maior ou menor.

Casos da variante Delta crescem na Grande São Paulo (Imagem: Reprodução/kjpargeter/Freepik)

Por enquanto, no estado de São Paulo, a incidência pela amostragem é de 4%, mas a variante Delta está em movimento de ascendência em relação à Gama (P.1), descoberta primeiro em Manus e, até agora, predominante em todo o Brasil. Na Grande São Paulo, por exemplo, a Gama ainda representa 74,21% das novas infecções por coronavírus.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Crescimento de casos da Delta causa alerta no estado de SP

Em coletiva feita na terça-feira (3), o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, comentou preocupação com o aumento do número de caso da variante Delta no país e no estado. Além disso, foi apontado para uma possível prevalência da Delta em relação à Gama, como foi possível observar no México. 

"Podemos ver incidência da variante Delta em vários países. A forma como ela se desenvolveu, rapidamente, e como ela tomou a prevalência. Se formos ver no Reino Unido, a variante [Alfa] ocupava 100% dos casos. Em abril, surge a variante Delta e, em menos de 2 meses, ela ocupa todo o cenário de prevalência da pandemia", apontou Edson Aparecido.

Fonte: Uol  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.