Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Permacrise | O que é e como ela ataca sua mente

Por| Editado por Luciana Zaramela | 28 de Novembro de 2022 às 12h30

Link copiado!

Prostock-studio/Envato
Prostock-studio/Envato

O ano de 2022 pode ser definido como intenso e marcado por conflitos dos variados tipos. No mundo, podemos pensar na Guerra da Ucrânia, a crise econômica, a pandemia da covid-19 que ainda persiste, o medo de novos vírus e as fake news cada vez mais sofisticadas. No cenário brasileiro, ainda convivemos com uma acirrada disputa presidencial. Diante destas circunstâncias, a palavra escolhida para marcar ano é a permacrise, que afeta diretamente a mente das pessoas.

A decisão do Dicionário Collins em definir permacrise como a palavra do ano não é à toa. O termo nos remete a uma sensação de vertigem, onde somos mergulhados de um problema para outro, sem termos resolvido o anterior e sem tempo para respirar. Em paralelo, ficamos pensando no que de pior ainda pode chegar. É um “um período prolongado de instabilidade e insegurança”, define o verbete.

Continua após a publicidade

A permacrise afeta sua mente, mesmo que não saiba

Para entender como a permacrise pode afetar a nossa mente, o Canaltech conversou com a especialista Katia da Silva Wanderley, psicóloga e diretora do Serviço de Psicologia do Hospital do Servidor Público Estadual (Hspe). Pensando na mente humana, "a permacrise é a dificuldade de se encontrar a solução para aquilo que nos faz sofrer", pontua a especialista. Além do cenário externo, os problemas internos e pessoais também são um importante fator nesta equação.

Antes de seguirmos, é importante observar que, "diante de uma circunstância que nos assusta, os pensamentos, geralmente são piores do que a realidade", lembra a psicóloga. Ponderação e reflexão são aliadas valiosas nesse processo.

Quem sofre mais com a permacrise?

Todos os humanos sofrem com as adversidades que a vida impõe, independente de sua nacionalidade. Neste sentido, todos estão sujeitos a passar por momentos de permacrise. No entanto, devido a um conjunto de fatores específicos, alguns casos podem ter mais desdobramentos que outros.

"Pessoas que sofrem de doença mental costumam evidenciar mais dificuldades para reagir aos infortúnios que a vida traz, pois a vivência interna representada pelos pensamentos, emoções e sentimentos é maior quando comparada às pessoas que não apresentam doença mental", comenta a psicóloga. Com o emocional mais desgastado, casos de permacrise são facilitados.

Por outro lado, "a pessoa considerada saudável mentalmente não está imune de vivenciar uma crise, já que o episódio altera a estabilidade psicológica", explica. Entretanto, a probabilidade de viver a permacrise é menor, já que "o aparelho psíquico está mais equilibrado, o que permite encontrar saídas sensatas para os problemas", acrescenta.

Continua após a publicidade

Como a permacrise ataca a mente?

Causada pela soma dos problemas do mundo e das questões individuais, a permacrise pode atacar a mente das pessoas de diferentes formas. "Quanto maior o tempo de permacrise mais o equilíbrio psíquico se desgasta possibilitando o agravamento de doenças mentais que já existem, bem como o aparecimento de doenças que ainda não se faziam presentes na vida da pessoa, como depressão, síndrome do pânico, crises de ansiedade e outras", afirma Wanderley.

Como evitar a ansiedade de tempos de permacrise?

Evitar o sofrimento psíquico é algo realmente difícil e, em determinados ângulos, questionável, já que ele é parte fundamental da experiência do que é ser humano e está diretamente ligado com o nosso crescimento enquanto indivíduos de uma sociedade.

Continua após a publicidade

No livro 21 lições para o século 21, editado pela Companhia das Letras, o professor de história Yuval Noah Harari explica que a Inteligência Artificial (IA), a biotecnologia e a tecnologia da informação provocam, cada vez mais, mudanças rápidas e constantes na humanidade, o que contribuí para a existência de momentos de crise. Para o pesquisador, o equilíbrio emocional e o autoconhecimento são fundamentais para a adaptação a um mundo em excessiva mudança, como a realidade que vivemos hoje.

Curiosidade:o livro de Harari já marcou presença entre os melhores livros lidos por Bill Gates. Esta lista de leituras é divulgada anualmente.

Como alcançar o equilíbrio emocional num mundo em mudanças?

Continua após a publicidade

Como o problema é complexo, não existe resposta simples e cada pessoa precisa encontrar como alcançar o seu próprio equilíbrio emocional, através do esquema tentativa e erro. Nesse processo, é importante se reconectar com o corpo, o que pode ser feito com práticas esportivas, yoga e meditações. Dependendo do nível, medicações podem ser necessárias.

O próprio processo psicoterápico — o fazer terapia — é uma importante maneira de obter autoconhecimento, algo imprescindível para sair da premacrise. "Ciente dos seus próprios recursos psicológicos, a pessoa tem mais condições de se posicionar diante das adversidades do cotidiano", pontua.

Além disso, redes de apoio e conversas com amigos e familiares são importantes para encarar momentos de permacrise, já que "o acolhimento afasta o desamparo, permitindo a reflexão sobre a solução do conflito", completa a profissional.

Fonte: Dicionário Collins