O que acontece se um assintomático tomar vacina contra COVID-19?

O que acontece se um assintomático tomar vacina contra COVID-19?

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 26 de Julho de 2021 às 18h30
Seventyfourimages/Envato Elements

A vacina contra a COVID-19 já é realidade para uma parcela da população brasileira. Com isso, algumas perguntas vêm à tona, como: o que acontece se uma pessoa com a forma assintomática da doença tomar o imunizante?

De acordo com a Escola de Saúde Pública do Ceará, até o momento não foi comprovado nenhum risco. Sendo assim, a preocupação não é exatamente a segurança da pessoa, mas sim a eficácia da vacina, uma vez que isso pode atrapalhar a proteção.

"A pessoa estará enfrentando ao mesmo tempo a doença e a vacina e é muito provável que essas duas coisas acabem causando uma proteção menor do que se ela tomar em momento diferente sem a doença”, alertou Keny Colares, consultor em infectologia, em entrevista à Câmara Municipal de Fortaleza.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: FabrikaPhoto/Envato Elements)

O especialista reitera que se a pessoa sabe que foi exposta ao vírus e está cumprindo quarentena e observação para o possível surgimento dos sintomas, o ideal é esperar para receber a vacina. E se tiver com sintoma de COVID-19, não deve se vacinar. Deve-se esperar quatro semanas do início dos sintomas para tomar a vacina.

No que diz respeito à segunda dose, se a pessoa pegou COVID-19 também deve esperar quatro semanas para recebê-la. "Não porque trará algum risco, mas porque pode não desenvolver a melhor forma protetora da imunização”, apontou o profissional.

Aqui no Canaltech, nós já conversamos com infectologistas para saber sobre as orientações e as contraindicações para determinados imunizantes, como o da Pfizer, o da AstraZeneca e a CoronaVac.

Fonte: Câmara Municipal de Fortaleza

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.