Publicidade

Garrafa e copo Stanley têm chumbo na composição, mas são seguros

Por| Editado por Luciana Zaramela | 29 de Janeiro de 2024 às 13h30

Link copiado!

Oleg Bilyk/Unsplash
Oleg Bilyk/Unsplash

Nos últimos anos, a garrafa e o copo Stanley se tornaram bastante populares no Brasil, com a promessa de manter a bebida na temperatura ideal — seja isso quente ou frio — por muito tempo. Eis que começaram a surgir relatos de que esses recipientes contém chumbo, o que é verdade, mas não há risco para a saúde.

Toda a história por trás da composição dos copos Stanley começou com vídeos no TikTok, com pessoas perfurando as camadas ou abrindo os pontos de vedação. Entre eles, está o vídeo gravado por Tamara Rubin, do grupo Lead Safe Mama, que atua na prevenção de casos de envenenamento por chumbo. Nas imagens, ela demonstra a presença desse metal pesado e altamente tóxico para os humanos.

Continua após a publicidade

Copo Stanley e chumbo

De fato, o chumbo é um dos metais incluídos na composição dos copos e garrafas da marca fundada em 1913, mas ele é completamente coberto por aço inoxidável e está isolado, ou seja, não entra em contato com a bebida e, por isso, não oferece riscos à saúde.

"Não há chumbo na superfície de qualquer produto Stanley que entre em contato com você ou com o conteúdo do seu recipeinte", escreve Ronel C., porta-voz da marca, em e-mail enviado à equipe de checagem do canal de TV norte-americano WCNC, afiliada da CBS, nos EUA.

Continua após a publicidade

Risco do chumbo para a saúde

Conforme aponta a médica Karla Robinson, o chumbo é um metal pesado que pode ser encontrado naturalmente no solo e também no corpo das pessoas. A questão é a quantidade. 

Quanto maior for o nível de exposição, maiores são os riscos, o que pode culminar em doenças cardiovasculares e na morte por envenenamento. “Você certamente observará alguns efeitos graves à saúde se a exposição for repetida [e prolongada], em níveis elevados [de chumbo]”, afirma a especialista. 

Continua após a publicidade

Entretanto, independente do uso de copos de qualquer marca, as pessoas entram em contato diariamente com pequenas quantidades de chumbo. Inclusive, são esperados 10 microgramas por decilitro na corrente sanguínea de indivíduos saudáveis.

De qualquer forma, “o importante a saber é que são os altos níveis crônicos de exposição que podem causar os danos e isso é algo que a maioria das pessoas com risco médio não serão expostas quando adultas”, completa.

 

Fonte: Wcnc (CBS)