Coalizão COVID Brasil | Hospitais investigam 4 antivirais para tratamento

Por Fidel Forato | 30 de Junho de 2020 às 18h10
GCN

Na busca por medicamentos contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2), os principais hospitais do país se uniram para testar a eficácia na prática de tratamentos experimentados em laboratório. Conhecido pelo nome de Coalizão COVID Brasil, a iniciativa investiga, agora, quatro tipos de antivirais para o tratamento de pacientes da COVID-19.

Entre os medicamentos que serão testados, estão o daclatasvir e sofosbuvir, normalmente usados para o tratamento de pacientes com hepatite C. Além do atazanavir, que atua contra o vírus do HIV, e o favipiravir, fórmula já usada no Japão para o tratamento da COVID-19. Todos esses medicamentos já apresentaram eficácia positiva contra o novo coronavírus em laboratório. Por isso, serão agora testados em ensaios clínicos, ou seja, em pacientes de forma experimental e com aprovação prévia dos envolvidos.

Hospitais brasileiros iniciam projeto para testar antivirais contra a COVID-19 (Imagem: reprodução/ Sky News)

Detalhes da pesquisa

Essa nova etapa da pesquisa será feita em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), já que um de seus cientistas, Thiago Moreno Souza, testou alguns dos medicamentos anteriormente in vitro. Nesse cenário, por exemplo, foi verificada a eficácia do antiviral atazanavir associado com o ritonavir no combate ao novo coronavírus, pelo menos em laboratório. Esses antivirais também foram usados em um ensaio clínico no Irã, desenvolvido por pesquisadores do Reino Unido e da Austrália.

Por enquanto, os testes dos medicamentos no Brasil serão feitos em 900 pacientes. Nessa primeira fase, cada medicamento será ministrado de forma independente. Em um segundo momento, as drogas consideradas mais eficientes pelos estudos serão ministradas de forma combinada. A ideia é verificar se podem acelerar o tratamento e a melhora da resposta imune dos pacientes.

A Coalizão COVID integra pelos hospitais nacionais como Israelita Albert Einstein, Sírio-Libanês, HCor (Hospital do Coração), Moinhos de Vento, Beneficência Portuguesa de São Paulo e Instituto Brasileiro de Pesquisa Clínica.

Fonte: Folha de S. Paulo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.