Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Cada pessoa tem uma percepção diferente do tempo

Por| Editado por Luciana Zaramela | 23 de Abril de 2024 às 16h07

Link copiado!

Mat Brown/Pexels
Mat Brown/Pexels

A percepção do tempo é uma questão complexa, subjetiva e particularmente engimática, tanto que vários estudos se dedicam a entender o que realmente acontece. O mais recente deles, publicado na revista Nature Human Behavior na segunda (22), diz que cada pessoa percebe o tempo de um jeito. Ou seja: não é uma coisa universal, e sim individual. Além disso, fatores externos podem influenciar! 

Através de experimentos com 170 pessoas, os cientistas da George Mason University mostraram que fatores como o tamanho e a complexidade de uma cena afetam a percepção do tempo, resultando em uma "dilatação do tempo" em certas condições.

O estudo foi dividido em várias partes: na primeira, os participantes foram expostos a fotografias e solicitados a classificar se achavam que passaram um tempo curto ou longo olhando as imagens.

Continua após a publicidade

Na segunda parte, os participantes fizeram a mesma coisa, mas com um teste de memória no dia seguinte para avaliar se as imagens mais memoráveis influenciaram a percepção do tempo.

Já na última parte, os participantes foram solicitados a manter pressionado um botão pelo mesmo período de tempo que olhavam para cada imagem. Isso permitiu uma medição física do tempo.

Percepção do tempo

Em imagens maiores, os participantes tiveram uma percepção distorcida do tempo: acharam que passaram mais tempo observando do que realmente aconteceu.

Isso sugere uma "dilatação do tempo" em resposta a esses tipos de imagens, o que pode explicar por que o tempo parece se arrastar quando estamos entediados.

As imagens mais memoráveis também causaram uma dilatação do tempo: as imagens que os participantes pensavam terem olhado por mais tempo foram lembradas melhor no dia seguinte.

Influências na percepção do tempo

Ou seja: segundo esse novo relatório, nossa percepção do tempo não é apenas influenciada pelo tempo real decorrido, mas também por fatores como a complexidade e a memorabilidade das experiências visuais.

Continua após a publicidade

Em outras palavras, não existe um "relógio interno" universal, então a ideia de que todos os seres humanos possuem um mecanismo interno que regula a percepção do tempo pode estar errada!  Na verdade, nossa percepção do tempo é altamente variável e contextual.

O estudo reforça alguns conceitos apresentados por outras pesquisas, como o de que pessoas atrasadas têm uma percepção diferente do tempo.

Outro fator que pode ser levado em consideração é que o idioma que você fala interfere na sua percepção do tempo

Continua após a publicidade

Também vale lembrar que cientistas já tentaram entender como o cérebro processa a passagem de tempo — o hipocampo pode ser um dos responsáveis por processar alguns aspectos do tempo. De qualquer forma, ainda há uma longa jornada até que essa questão fique clara e concreta.

Fonte:  Nature Human Behavior