Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Atividade física beneficia mais as mulheres que os homens

Por| Editado por Luciana Zaramela | 21 de Fevereiro de 2024 às 10h59

Link copiado!

The Lazy Artist Gallery/Pexels
The Lazy Artist Gallery/Pexels

A atividade física regular faz bem para a saúde tanto de homens quanto de mulheres. No entanto, elas podem obter ainda mais benefícios de corridas, caminhadas ou treinos de musculação, como aponta pesquisa financiada pelo Instituto Nacional da Saúde (NIH), do governo dos EUA.

As mulheres que praticam atividade física têm menor risco de morte precoce e menor probabilidade de desenvolver um evento cardiovascular fatal, como infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral (AVC), do que homens que se exercitam regularmente.

Estes benefícios foram observados independente do tipo de exercício. Isso inclui atividade aeróbica moderada (caminhadas rápidas), exercícios vigorosos (aulas de spinning, corrida ou pular corda) e treinamento de força (musculação).

Continua após a publicidade

Efeito da atividade física na saúde

Publicado na revista Journal of the American College of Cardiology (JACC), o estudo observacional sobre a importância dos exercícios físicos na saúde analisou dados de 400 mil estadunidenses, com 27 até 61 anos.

Durante as duas décadas de acompanhamento, foi possível observar que as mulheres tinham 24% menos probabilidade de morte precoce do que aquelas que não faziam exercício regularmente. Os homens ativos tinham 15% menos probabilidade que os sedentários. 

Além disso, as mulheres tiveram um risco reduzido de 36% de infarto, AVC ou outro evento cardiovascular grave Para os homens, a redução foi de 14%.

Continua após a publicidade

Por que há diferença entre homens e mulheres?

Entender o porquê das mulheres se beneficiarem mais da prática de atividade física vai exigir estudos complementares, mas os pesquisadores têm uma hipótese, envolvendo a anatomia e fisiologia padrão dos corpos. 

Os homens costumam ter maior capacidade pulmonar, corações mais preparados, mais massa corporal magra e uma maior proporção de fibras musculares de contração rápida do que as mulheres. Isso é observado, independente da prática de exercício físico.

Continua após a publicidade

Dessa forma, a atividade física pode exigir mais das mulheres que dos homens, o que aumenta os ganhos em prol da saúde. Afinal, levantar halteres de 10 kg vai exigir muito mais delas do que deles.

É bom fazer exercício físico

Embora os benefícios dos exercícios sejam inquestionáveis, ainda há pouca gente em movimento, segundo os autores. Neste estudo, por exemplo, 33% das mulheres e 43% dos homens praticavam exercícios aeróbicos de forma regular. Apenas 20% das mulheres e 28% dos homens realizavam musculação.

Para Susan Cheng, cardiologista e uma das autoras do estudo, os dados reforçam a importância da atividade física para uma boa vida. “É uma maneira incrivelmente poderosa de viver mais saudável e por mais tempo”, acrescenta, em nota.

Continua após a publicidade

Fonte: JACC e NIH