Anvisa alerta sobre falsificação de autotestes da covid-19

Anvisa alerta sobre falsificação de autotestes da covid-19

Por Nathan Vieira | Editado por Luciana Zaramela | 09 de Março de 2022 às 12h42
Rawf8/Envato Elements

Mais um capítulo para a novela dos autotestes de covid-19 no Brasil. Dessa vez, a preocupação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é a comercialização de autotestes falsificados, que geram resultados não confiáveis. A denúncia à agência foi feita pela própria fabricante dos testes originais.

Os desenvolvedores dos autotestes ressaltam a importância de se buscar uma farmácia, um estabelecimento de saúde ou um hospital para garantir que o resultado encontrado seja válido, já que a cautela se faz necessária tanto na fase da coleta quanto na leitura do exame.

Os autotestes falsificados têm sido anunciados em grupos de aplicativos de celular, e a Anvisa determinou a apreensão e a suspensão da comercialização desses produtos. O perigo, segundo a própria agência, está na possibilidade de um falso negativo, que pode levar a pessoa a continuar circulando e propagando o vírus, por exemplo.

Com isso, a Anvisa classifica a situação como um alto risco, e orienta que sempre que o consumidor identificar um produto falsificado, denuncie à agência para que possa ser feita uma investigação.

Segundo a Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial, responsável pelas indústrias fabricantes de testes de covid no Brasil, aponta algumas características das falsificações: kits de 25 unidades, vendidos em embalagens totalmente precárias (como um saco plástico com um item de cada um como se fosse um autoteste).

Autotestes da covid-19 no Brasil

Brasil já conta com seis marcas de autotestes disponíveis no mercado (Imagem: Jirkaejc/Envato Elements)

No total, o país conta com seis tipos diferentes de autotestes sendo comercializados. Para receber a aprovação de uso, os exames tiveram que passar por uma avaliação sobre a segurança, o desempenho e a usabilidade, como orientações de uso e instruções em linguagem simples que permita a pessoa leiga fazer o uso correto do produto.

O Canaltech já levantou a lista completa de autotestes aprovados pela Anvisa e chegou a ensinar o passo a passo do exame, desde a melhor forma de coletar a amostra até a leitura correta do resultado.

Fonte: G1

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.