Mercado de apps movimenta quase US$ 40 bilhões no primeiro semestre de 2019

Por Rafael Rodrigues da Silva | 05 de Julho de 2019 às 10h29

Ainda que, em nível mundial, a procura por novos smartphones esteja aos poucos desacelerando, o mercado de aplicativos nunca esteve tão bem. É o que mostra o relatório da SensorTower, que revela que apenas no primeiro semestre de 2019 já foram gastos quase US$ 40 bilhões em compras de aplicativos para smartphones.

Essa quantia, que soma os gastos feitos tanto na App Store quanto na Play Store, significa um gasto 15% maior do que o do mesmo período no ano passado, o que significa que, se as coisas se manterem neste ritmo, 2019 baterá novamente o recorde de valores gastos em aplicativos.

Apenas na App Store foram gastos US$ 25,5 bilhões durante o primeiro semestre deste ano, um aumento de 13% quando comparado ao mesmo período do ano passado. Já na Play Store a receita foi de US$ 14,2 bilhões — um crescimento de quase 20% comparado a 2018.

Arrecadação total do setor de aplicativos no primeiro semestre de 2019 (Imagem: SensorTower)

Como sempre, os maiores gastos aconteceram em jogos. A categoria arrecadou como um todo (somando-se as duas lojas) US$ 29,6 bilhões — mais da metade de toda a receita gerada com apps no primeiro semestre. O jogo com maior arrecadação foi Arena of Valor (também conhecido por Honor of Kings), da Tencent. Sozinho, ele faturou US$ 728 milhões na soma de iOS e Android. Em segundo lugar ficou Fate/Grand Order, com arrecadação de US$ 628 milhões, e em terceiro Monster Strike, com US$ 566 milhões.

Arrecadação com aplicativos de jogos no primeiro smestre de 2019 (Imagem: SensorTower)

Já entre os aplicativos que não são jogos, a maior arrecadação do período foi do Tinder, com US$ 497 milhões, seguido pela Netflix, com US$ 399 milhões, e pelo Tencent Video, que arrecadou US$ 278 milhões.

Quantidade de downloads de aplicativos no primeiro semestre de 2019 (Imagem:SensorTower)

No total. 56,7 bilhões de apps foram baixados durante o primeiro semestre deste ano — um aumento de 11% no número de downloads em relação ao mesmo período do ano passado. 42 bilhões desses downloads foram feitos em aparelhos Android, enquanto 14,2 bilhões foram em equipamentos iOS — o que mostra que, apesar de ter apenas um terço da base de usuários do Android, as receitas da Apple com aplicativos são duas vezes maiores. Entre os apps mais baixados estão o trio imbatível WhatsApp, Facebook e Messenger, com o Instagram e o TikTok completando o top 5.

Fonte: SensorTower

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.