Lucro da Intel supera expectativas e empresa aposta em novos processadores

Por Redação | 15 de Outubro de 2013 às 22h40

Em meio a um cenário de queda de vendas de computadores, a Intel conseguiu resultados financeiros positivos no terceiro trimestre de 2013, divulgados nesta terça-feira (15).

A empresa obteve um lucro líquido de US$ 2,95 bilhões (R$ 6,44 bilhões), ou seja, US$ 0,58 (R$ 1,26) por ação, resultado semelhante ao do mesmo período no ano passado.

Segundo a Reuters, analistas de mercado esperavam que cada ação da companhia valesse cerca de US$ 0,53 atualmente.

Em 2013, a Intel prevê um total de US$ 13,7 bilhões (R$ 29,9 bilhões), portanto, aguarda cerca de US$ 500 milhões no último trimestre do ano. No entanto, analistas preveem que empresa consiga US$ 14 bilhões (R$ 30,5 bilhões) neste ano.

Noso Processadores

Pensando no futuro, a Intel busca o sucesso com seus novos processadores. Recentemente, foram lançados os chips de quarta geração chamados Haswell, que funcionam em computadores e tablets.

Além disso, a companhia também começou a comercializar os processadores Atom para tablets, de codinome Bay Trail. Para servidores, há a linha Xeon baseada na tecnologia de microarquitetura Ivy Bridge.

Afora o segmento de PCs e tablets, a Intel também busca o mercado de computação vestível, uma vez que falhou em estender sua dominância na área de PCs aos smartphones. Para isso, a companhia investe em óculos conectados concorrentes do Google Glass, bem como em processadores de baixo consumo energético para esses aparelhos.

"Desde agosto, apresentamos mais de 40 produtos para diversos segmentos desde Internet das Coisas até servidores, com um foco cada vez maior em aparelhos ultra-mobile", afirmou Brian Krzanich, CEO da Intel, de acordo com a PC World.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.