Facebook reduzirá alcance de quem compartilhar informações falsas

Facebook reduzirá alcance de quem compartilhar informações falsas

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 27 de Maio de 2021 às 11h24
Divulgação/Facebook

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (27) que passará a informar as pessoas se elas estão interagindo com um conteúdo que foi considerado enganoso ou incorreto. A companhia também prometeu que vai punir quem compartilhar informações falsas de forma recorrente, seja sobre COVID-19 e vacinas, mudanças climáticas, eleições ou outros assuntos.

Sempre que o usuário curtir uma página famosa por conteúdos mentirosos, a rede social vai avisá-lo antecipadamente. Haverá um link clicável para saber mais sobre a razão pela qual ela está recebendo este alerta, o que deve incluir uma apuração que desminta aqueles dados falsos. O Facebook espera com isso ajudar os seguidores a tomarem decisões bem formadas se desejam mesmo seguir uma determinada página.

Quando uma página compartilha informações falsas repetidamente, usuários serão notificados (Imagem: Divulgação/Facebook)

As penalidades contra contas individuais que espalham notícias falsas devem ser endurecidas. Desde 2016 que a empresa atua com bastante empenho na redução da chamada “desinformação viral”, quando uma mentira é contada tantas vezes que começa a soar como realidade.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O Canaltech já havia antecipado a intenção da rede social de tomar medidas mais severas contra quem repercute teorias conspiratórias sem qualquer embasamento científico, pois isso prejudica a compreensão da realidade. Agora, parece que a ideia começa a sair do papel.

Posts mentirosos serão flopados

Banimentos e desativações já ocorrem com bastante frequência, mas agora a rede deve começar também a reduzir a distribuição de todas as postagens no feed de notícias quando comprovado o compartilhamento repetido de informações falsas. O usuário que compartilha esse tipo de conteúdo será avisado que suas postagens serão movidas para que outras pessoas tenham menor probabilidade de vê-las.

Quando o usuário compartilha informação falsa, ele será notificado e pode apagar o post ou conhecer os fatos verdadeiros (Imagem:Divulgação/Facebook)

Tudo será previamente checado por parceiros da rede especializados em apurar fatos e, se constatada a fraude noticiosa, o post terá o alcance severamente reduzido. A punição não será para todos os posts, mas apenas para aqueles com as incorreções.

Hoje, a rede já notifica as pessoas que compartilham conteúdo avaliado como falso pelo verificador de fatos, mas agora isso será reformulado para tornar mais claro o aviso. Além do alerta, também será descrita a fonte do artigo que desmascara as alegações mentirosas e uma solicitação para compartilhar esta informação confiável com seus seguidores.

As novidades anunciadas são mais esforços da companhia de barrar a disseminação de fake news. Estudo recente apontou que as ações adotadas não foram suficientes para impedir a propagação de informações inverídicas, como pode ser constatado nos casos envolvendo a COVID-19 e as eleições em diversos países.

Fonte: Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.