Facebook apoia projetos brasileiros para combater desinformação e fake news

Por Ares Saturno | 16 de Fevereiro de 2018 às 17h17
photo_camera Wired
TUDO SOBRE

Facebook

A edição impressa de março da revista da Wired traz em sua capa uma imagem de Mark Zuckerberg com o rosto machucado e cheio de hematomas. Pelas mão do artista Jake Rowland, a imagem foi desenvolvida com o intuito de retratar os golpes que Zuckerberg anda levando de seus críticos, principalmente no que tange à polêmica sobre o papel que o Facebook teve na eleição de Trump.

Para quem não lembra, contas falsas russas compraram mais de US$ 100 mil em anúncios na rede social e veicularam desinformação para facilitar a eleição do então presidente dos Estados Unidos da América.

Entretanto, o machucado mas não vencido Zuckerberg está correndo para amenizar o prejuízo, e firmou parceria com duas iniciativas brasileiras para prevenir o compartilhamento endêmico de notícias inverídicas e seus catastróficos desdobramentos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

O primeiro dos projetos brazucas apoiados pelo titio Zuck é o Vaza, Falsiane!, desenvolvido por Leonardo Sakamoto, Rodrigo Ratier e Ivan Paganotti. Com nome engraçadinho, trata-se de um curso gratuito e aberto que incentiva a adoção de posturas mais críticas na hora de compartilhar conteúdos nas redes sociais.

O segundo projeto a receber o apoio do Facebook é o chatbot Fátima, que deve atuar no Messenger, alertando os usuários da rede social a validar as informações por eles mesmos, incentivando a pesquisa de tópicos de forma mais aprofundada.

Vale lembrar que a preocupação de Zuckerberg em relação ao Brasil deve ser redobrada devido às eleições presidenciais que ocorrerão neste ano.

Fonte: Wired, Facebook

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.