Chefe do Instagram vai depor no Senado dos EUA por efeitos do app em jovens

Chefe do Instagram vai depor no Senado dos EUA por efeitos do app em jovens

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 25 de Novembro de 2021 às 09h16
Memed_Nurrohmad/Pixabay

O chefe do Instagram, Adam Mosseri, comparecerá ao Senado dos Estados Unidos em dezembro para dar um testemunho. O executivo foi convocado para participar da série de audiências realizadas sobre proteção online para crianças que um subcomitê de proteção ao consumidor realizará na semana de 6 de dezembro.

O motivo da convocação é a acusação a omissão da rede social em atuar para proteger os jovens e a intenção de criar um aplicativo exclusivo para crianças. Embora esteja regularmente no centro das atenções por pesquisas que associam a rede a comportamentos negativos dos mais novos, a situação foi agravada após o vazamento de documentos internos da companhia que mostravam pesquisas sobre tais assuntos.

O Head do Instagram vai depor no Senado (Imagem: Adam Mosseri/Instagram)

“Ele é o cara principal do Instagram, e toda a nação está perguntando por que o Instagram e outras plataformas de tecnologia criaram tantos perigos ao direcionar conteúdo tóxico para crianças com esses algoritmos imensamente poderosos”, declarou o senador Richard Blumenthal, presidente do subcomitê, ao The New York Times.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Mosseri será uma testemunha-chave para esclarecer fatos relacionados os vazamentos da denunciante Frances Haugen, ex-gerente de produto do Facebook, que apresentou vários estudos sobre o potencial nocivo das mídias sociais, como promoção da anorexia e infelicidade com os corpos de meninas adolescentes.

Estreia de Mosseri no Senado

Blumenthal já havia soliciado ao CEO da Meta, Mark Zuckerberg, que ele ou Mosseri prestassem depoimento aos senadores, porque a companhia teria supostamente fornecido "testemunho falso ou impreciso" na tentativa de ocultar os resultados das pesquisas negativas. Em razão disso, será a primeira vez que o chefe do Instagram irá ao Congresso dos EUA como depoente.

O senador declarou ter a intenção de solicitar o comprometimento do executivo na condução de ajustes para aprimorar os algoritmos de recomendação e torná-los mais transparentes, no intuito de permitir que especialistas investiguem como s se a plataforma promove conteúdo prejudicial de alguma maneira. Na entrevista, Blumenthal ressaltou que os líderes do Snapchat, TikTok e YouTube já assumiram compromissos públicos nesse sentido, portanto a rede também deveria seguir o mesmo caminho.

Há também um grupo de procuradores-gerais estaduais que investiga a plataforma pela mesma questão do Senado. Em razão de toda essa pressão, o Instagram desistiu de lançar a versão Kids do seu aplicativo e permanece acuado por constantes denúncias divulgadas na imprensa mundial.

Fonte: The New York Times  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.