Demolidor é preso e substituído em HQ que mal estreou e já é leiloada a US$ 145

Por Claudio Yuge | 02 de Dezembro de 2020 às 20h20
Marvel
Tudo sobre

Marvel

Saiba tudo sobre Marvel

Ver mais

Todo mundo sabe que o Demolidor é o famoso defensor da Cozinha do Inferno, em Manhattan, que costuma estar tão cheio de vilões quanto Gotham City. Em algumas ocasiões, o Homem Sem Medo precisou de outros heróis (ou anti-heróis) para substituí-lo. E isso vai acontecer novamente, a partir de Daredevil #25, que chega às bancas estadunidenses nesta quarta-feira (2).

Atenção: abaixo há spoilers sobre Daredevil #25, portanto, leia por sua conta e risco.

Na edição desta semana, Elektra Natchios, o mais famoso “caso romântico” de Matt Murdock, toma seu lugar como defensor de seu bairro predileto — com direito a um uniforme que adapta seu traje clássico. Mas aí vem a pergunta: por que ela passa a assumir a identidade do herói? Bem, é aí que está o charme da trama.

A atual fase de Chip Zdarsky vem mostrando Murdock consumindo um ciclo de autodestruição, especialmente após matar acidentalmente um criminoso de rua chamado Leo Carraro, em uma de suas patrulhas rotineiras. Inicialmente, ele se recusa a acreditar que é o responsável, creditando o ato a um complô do Rei do Crime.

Elektra assume a posição do Demolidor com direito a novo traje (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Contudo, posteriormente, Murdock avalia a situação e admite o fato de ter cometido homicídio culposo — quando não há a intenção de cometer o crime. Embora tenha grandes chances de escapar da condenação, ele surpreende sua própria equipe jurídica ao aceitar uma barganha oferecida pelos promotores: uma sentença mais leve, em troca da confissão. Assim, o herói é condenado a dois anos de prisão, com a permissão de manter sua máscara e a identidade secreta.

E como Murdock sempre tem um plano em mente, ele só aceita a condenação depois de fazer um acordo com Elektra, na surdina, para que ela fique no seu lugar enquanto ele estiver atrás das grades. Vale destacar que no passado o Punho de Ferro e até o Mercenário já se passaram pelo Demolidor.

Revista de US$ 4 já custava US$ 145 antes do lançamento

Matt Murdock já foi desmascarado e preso anteriormente, contudo, suas habilidades como advogado mantiveram sua identidade secreta e suas atividades. Esta é a primeira vez que ele é detido juntamente com o alter ego — ou seja, é a primeira vez que o Demolidor é oficialmente condenado na Justiça.

É claro que Murdock impõe algumas regras, visto que Elektra é conhecida por agir muitas vezes de forma violenta. Então, ao agir em seu novo papel, a “Demolidora” visita Matt na cadeia para dar “satisfações”, garantindo que não assassinou ninguém nas ruas da Cozinha do Inferno ou no próprio caminho da prisão.

É a primeira vez que Murdock é preso usando a identidade do Demolidor (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

Essa trama toda, embora não seja assim nada tão espetacular para que tenha seu preço valorizado, passou a valer muito mais que o preço de capa. Em muitas ocasiões, é comum um gibi com mudanças ou números “fechados” (como esta edição 25) valerem mais, entretanto, algumas variáveis parecem ter feito com que a revista seja oferecida por um preço bem maior, antes mesmo de sua chegada nas bancas gringas.

Na semana passada, quando as novidades da edição vazaram na web, algumas cópias da edição convencional, que sai por US$ 3,99 (R$ 20,82 na conversão direta), já eram oferecidas no eBay por US$ 25 (R$ 130,44). A versão com capa variante passa de US$ 145 (R$ 756) nos leilões virtuais. As razões para isso? Ainda não dá para saber ao certo, mas cogita-se que a própria boa fase e os fatos inéditos — como Demolidor estar atrás das grades sob ambas identidades, assim como Elektra substituí-lo — sejam fatores relevantes.

Além disso, há o fato de os direitos de uso terem sido revertidos da Netflix para o Marvel Studios nesta semana, inclusive com uma petição de fãs para trazer a série de volta. Particularidades à parte, essa é mesmo uma boa fase do Homem Sem Medo, que vale a pena acompanhar.

Fonte: CBR

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.