Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Redmi Note 13: É melhor comprar a versão 4G ou a 5G?

Por| Editado por Léo Müller | 05 de Maio de 2024 às 14h00

Link copiado!

Ivo Meneghel Jr/Canaltech
Ivo Meneghel Jr/Canaltech

O Redmi Note 13 tem dois modelos, um 5G e outro 4G. O que levanta a questão: ainda vale a pena comprar celular 4G em 2024? Eu acredito que não, mesmo que o preço do modelo 5G esteja consideravelmente mais elevado. Até porque não faltam opções realmente baratas de modelos com a nova tecnologia de banda larga móvel.

Por que só a versão 5G vale a pena?

Continua após a publicidade

Eu venho defendendo em todas as minhas publicações que celulares com 5G valem a compra atualmente. Isso porque esses modelos não têm apenas a conectividade com o 5G de vantagem. Se fosse só isso, entendo que faria sentido a algumas pessoas ficarem com um smartphone que traga outras vantagens.

No caso do Redmi Note 13, o modelo 5G é melhor ou igual em todos os aspectos em comparação com a versão 4G. Exceto pelo sistema de som, que é mono no 5G e estéreo no 4G. Mas o desempenho é superior, e a versão Bluetooth é mais nova na versão com a nova tecnologia de banda larga móvel.

Junta-se a isso o fato de o chip Dimensity 6080 ter suporte e a presença de tecnologias mais recentes e avançadas. Ou seja, não há motivo para pensar no modelo 4G, mesmo que em sua cidade ou região o 5G ainda não esteja presente.

Aí entra a questão do preço. Segundo o comparador Zoom, o modelo 4G geralmente está mais em conta que o 5G. A ferramenta registrou este segundo na casa dos R$ 1.150 em algumas ocasiões, que podem ter sido promoções pontuais. O mais comum é que o Redmi Note 13 5G custe quase R$ 1.500, ao passo que o 4G fica perto de R$ 1.000.

É uma diferença considerável. Mas eu ainda defendo que o 5G tem longevidade maior, justamente por trazer tecnologias mais recentes. O ideal seria esperar que o modelo ficasse em um preço mais próximo do outro.

Caso contrário, minha recomendação é buscar outros modelos 5G, como o Galaxy A25, que fica perto de R$ 1.200. Ou buscar um Moto G34 ou G54, que não é difícil encontrar por menos de R$ 1.000. São celulares que partem de 4 GB de memória RAM, mas ainda assim compensam mais que a versão 4G da Xiaomi.

Cuidado ao comprar

Continua após a publicidade

Com nomes muito parecidos, não é difícil encontrar ambos ao fazer uma busca pelo Redmi Note 13. Mesmo que você especifique o modelo, às vezes aparece um 4G em meio a todos os 5G. Antes de clicar e comprar, o que eu posso sugerir é que você olhe a foto: se tiver uma lombada de câmeras retangular, é o 5G. Senão, é o 4G.

É verdade que confiar apenas nas fotos do produto não é o mais recomendado, mas neste caso ajuda a separar. Para garantir, você pode ficar de olho em outros detalhes. Em alguns casos, o aparelho é anunciado com o chip Snapdragon já no título. Neste caso, trata-se do modelo 4G.