Apple pode lançar iPad e MacBook com tela OLED fabricada pela Samsung

Apple pode lançar iPad e MacBook com tela OLED fabricada pela Samsung

Por Victor Carvalho | Editado por Wallace Moté | 03 de Junho de 2022 às 15h25
Reprodução/Canaltech

Novas informações publicadas pelo site coreano The Elec reforçam que a Apple pode lançar mais produtos com tela OLED nos próximos anos, e a Samsung pode ser uma das principais fornecedoras do display.

Fontes alegam que a Samsung está preparando uma nova linha de produção na Coreia do Sul para fabricar grandes telas OLED para tablets e notebooks, com um objetivo particular de fornecer boa parte destes componentes para a Apple.

Atuais produtos premium da Apple usam telas Mini LED com controle de iluminação por zonas; OLED se destaca pela iluminação individual dos pixels, mas encontra barreira do custo elevado, brilho limitado e menor durabilidade (Imagem: Reprodução/Apple)

O site destaca ainda que a fabricação será da tela OLED com substratos Gen 8.5 (com dimensões de 2200 x 2500 mm) em vez do menor substrato Gen 6 (1500 x 1850 mm) utilizado para smartphones.

A nova linha Gen 8.5 da Samsung Display deve ter produção iniciada em 2024, e a LG também está desenvolvendo maquinário para iniciar a fabricação dos mesmos substratos com objetivo de fornecer telas para a Apple.

iPad Pro pode ter tela OLED em 2024

iPad Pro de 2024 pode iniciar a transição da Apple para uso das telas OLED (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Em abril um rumor também assinado pelo The Elec apontava que a Apple iria lançar o primeiro iPad com tela OLED em 2024, com os modelos de 11 polegadas e 12,9 polegadas da linha iPad Pro estreando a novidade.

O MacBook Pro também deve receber atualização para o display OLED, mas apenas em 2025 ou além, visto que o grande obstáculo da Apple tem sido o custo.

Atualmente a Apple já utiliza telas OLED em quase todos os modelos de iPhone (com exceção do iPhone SE 2022) e em todos os modelos de Apple Watch.

Mini LED será substituído por OLED mais brilhante

Para contornar os custos de fabricação, brilho limitado e receio de pixels queimados (o temido burn-in), a Apple atualmente tem investido na tela Mini LED em produtos premium, com o iPad Pro de 12,9 polegadas e MacBook Pro já adotando o painel.

Após adoção no iPad Pro e MacBook Pro, produtos como iMac e monitores podem receber tela OLED mirando usuários profissionais (Imagem: Reprodução/Apple)

Enquanto no OLED os pixels se iluminam individualmente para controle preciso de brilho, a tela Mini LED utiliza milhares de zonas de iluminação para controlar blocos de pixels. Assim, usuários podem tirar proveito de um alto controle de contraste e HDR sem ter que abandonar o brilho elevado.

Para contornar a limitação, a LG trabalha em telas OLED mais brilhantes com solução desenvolvida pela Apple, empilhando duas camadas de emissores RGB para dobrar o brilho da tela e aumentar a vida útil do display. Até o momento, porém, não foi dado um prazo para que a solução atinja nível comercial.

Fonte: The Elec

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.