Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Elon Musk quer arrecadar fundos para o Twitter, diz investidor

Por| Editado por Claudio Yuge | 19 de Dezembro de 2022 às 16h15

Link copiado!

Reuters/Joe Skipper
Reuters/Joe Skipper
Tudo sobre Twitter

Na última quinta-feira (15), a equipe de Elon Musk teria procurado investidores para levantar novos fundos para o Twitter. Conforme noticiou o site Semafor, Jared Birchall, diretor-gerente do family office de Elon Musk, entrou em contato com potenciais investidores na última sexta (16). A informação foi revelada por duas pessoas familiarizadas com o plano de arrecadação de fundos.

Em entrevista à Reuters, Ross Gerber, presidente e CEO da Gerber Kawasaki Wealth & Investment Management, disse que foi contatado por um representante de Musk para oferecer mais ações pelo preço de US$ 54,20 (cerca de R$ 288,36) por papel — equivalente ao que o bilionário pagou para fechar o capital da empresa.

O Twitter e Musk não responderam aos pedidos de comentários sobre o assunto.

Continua após a publicidade

Twitter sofre com fuga de anunciantes

A plataforma de microblog está passando por dificuldades desde que iniciou o processo de aquisição por Musk, em abril deste ano. Antes mesmo da compra ser efetuada, a rede social protagonizou processos judiciais, escândalos sobre bots e muita incerteza para os investidores, o que levou a uma queda brusca no seu valor de mercado — chegando a perder US$ 3,16 bilhões (R$ 16,8 bi) em apenas um dia.

Após o fechamento da venda, a rede social ainda enfrentou demissões em massa, indenizações e problemas com empresas após a venda do selo verificado do Twitter Blue; isso sem falar do êxodo de funcionários, que deixaram a empresa após Musk dar um "ultimato" exigindo um desempenho mais rigoroso das equipes.

Todo esse cenário caótico só favoreceu a fuga das companhias que anunciavam na plataforma. Segundo um levantamento realizado pela empresa Media Matter, cerca de 50% dos maiores anunciantes do Twitter pararam de investir na plataforma após Musk assumir sua direção.

Nos últimos dois anos, as empresas foram responsáveis por um volume de quase US$ 2 bilhões (R$ 10,6 bi) em anúncios no Twitter. Neste ano, a plataforma conseguiu arrecadar mais de US$ 750 milhões (R$ 3,9 bi) em propaganda — sendo que o montante caiu drasticamente nos últimos 25 dias.

Dentre as empresas que pararam de comprar publicidade na plataforma estão Chevrolet, Ford e Chipotle. Grandes corporações do setor estão desaconselhando as marcas a investirem em anúncios no Twitter, sendo considerada uma atividade de "alto risco".