Americanas lança empresa de logística com 25 centros de distribuição

Americanas lança empresa de logística com 25 centros de distribuição

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 02 de Junho de 2022 às 22h20
Divulgação/Americanas

A Americanas anunciou na quarta-feira (1º) o lançamento da Americanas Entrega, seu novo braço de logística herdado das operações das Lojas Americanas e B2W (Submarino, Shoptime e Americanas.com). Ela deve atender tanto aos pedidos da própria varejista quanto aos 132 mil lojistas parceiros do marketplace.

Segundo a Exame, a vertical já começa com 25 centros de distribuição e mais de 200 hubs, além de dois novos CDs no Pará e na Bahia, aumentar a quantidade de dark stores e com a promessa de concluir 50 microbases em favelas fora do eixo Rio-São Paulo até 2023.

A Americanas planeja esse movimento desde 2018, e desde então vem unindo suas diferentes companhias. No ano passado, as Lojas Americanas e o grupo B2W fundiram suas operações para criar a Americanas S.A. Agora a ideia da Americanas Entrega é unificar estoques, otimizar sortimento e agilizar as entregas de todas as marcas da holding, entre outras metas.

Logística como prioridade: entregas em até três horas representaram 34,9% das Americanas no ano passado (Imagem: Reprodução/Pexels/Tima Miroshnichenko)

Mesmo antes do anúncio da nova marca, as entregas em até três horas representavam 34,9% do total das Americanas no ano passado, contra 14,3% no mesmo período do ano anterior. Além disso, o investimento em tecnologia e o omnichannel nas capitais do Rio de Janeiro e de Minas Gerais reduziram o tempo e a taxa de tolerância a erros das entregas para menos de 1%.

Os novos centros de distribuição têm mais de 100 mil metros quadrados e serão capazes de atender mais de 300 lojas físicas nas regiões Norte e Nordeste do país, além da operação do e-commerce. Segundo Welington Souza, diretor da plataforma logística da Americanas S.A., 80% dos clientes do site estão até sete quilômetros de distância de uma das lojas físicas da empresa. Os novos CDs permitirão à Americanas S.A. ter mais de 1 milhão de metros quadrados de área de armazenagem no Brasil.

Fonte: Exame

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.