Americanas sofre prejuízo de quase R$ 1 bilhão com ataque hacker

Americanas sofre prejuízo de quase R$ 1 bilhão com ataque hacker

Por Márcio Padrão | Editado por Claudio Yuge | 17 de Maio de 2022 às 14h20
Divulgação/Americanas

A Americanas teve um prejuízo de R$ 923 milhões por causa do ataque hacker sofrido no final de fevereiro. A empresa divulgou esse valor no balanço do primeiro trimestre deste ano, divulgado na sexta-feira (13).

No dia 19 de fevereiro, a Americanas sofreu um ciberataque que impediu o funcionamento do site por cinco dias, que levou a um prejuízo de vendas não realizadas no período. Houve ainda a queda de outros sites do grupo, como Submarino, Shoptime, Supermercado Now e Sou Barato.

O prejuízo foi bem acima das estimativas do mercado. Na época, especialistas em varejo calcularam R$ 220 milhões em perdas, com base nos dados de vendas da companhia no terceiro trimestre de 2021.

Ataque hacker freou curva de crescimento de compras da Americanas (Imagem: Pexels)

Um dos motivos das altas perdas seria o aumento no ritmo de compras de clientes desde o terceiro trimestre do ano passado. No primeiro trimestre de 2022, este índice subiu 20,1% em relação ao mesmo período do ano passado. A interrupção das vendas, portanto, impactou na receita.

Ainda nos dados mais positivos, a plataforma de e-commerce da Americanas apresentou crescimento de 24,3% nas vendas diretas (com seu próprio estoque) e 16,9% no marketplace (vendas de lojistas terceiros. Segundo a empresa, os números estariam acima da média dos concorrentes, mesmo diante dos 89% de aumento devendas no primeiro trimestre de 2021 e dos impactos do ataque hacker do começo do ano.

A Americanas também registrou um prejuízo líquido de R$ 137,3 milhões no primeiro trimestre de 2022. Foi uma melhora de 38,8% ante o resultado do mesmo período de 2021, que foi de R$ 224,3 milhões. O lucro bruto atingiu R$ 2,1 bilhões, com avanço de 30% na comparação com o período anterior, enquanto a margem bruta atingiu 30,5% da receita líquida. Esta foi de R$ 6,765 bilhões, alta de 28,4% entre períodos.

Fonte: Americanas

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.