3 vantagens e desvantagens de usar o Firefox no PC

Por Matheus Bigogno Costa | 29 de Agosto de 2020 às 17h00

O Mozilla Firefox foi originalmente lançado em novembro de 2004 e, logo no primeiro ano de lançamento, o navegador atingiu a marca de 100 milhões de downloads. Isso fez com que o browser se tornasse, naquela época, o software de código aberto mais utilizado por usuários domésticos.

A intenção da Mozilla Foundation era desenvolver um browser que fosse leve, intuitivo, ao mesmo tempo que seria seguro. E, até hoje, um dos grandes diferenciais do navegador é o seu enfoque na segurança dos dados de seus usuários.

Mas, assim como qualquer outro software, o navegador possui pontos positivos e negativos. Neste artigo, vamos explorar as vantagens e desvantagens do Mozilla Firefox. Confira abaixo!

Mozilla Firefox: vantagens

1. Foco na segurança

Um dos principais diferenciais do Firefox, comparado com seus concorrentes, é o enfoque na segurança dos dados de seus usuários. O navegador traz, de forma nativa, proteção contra inúmeros tipos de rastreadores da internet, e ainda traz proteção contra criptomineradores.

Na seção "Privacidade do Navegador", você poderá ver as configurações já ativadas (Captura de tela: Matheus Bigogno)

O browser também é capaz de eliminar inúmeras das pop-ups irritantes que alguns sites exibem, mesmo quando a página demora para carregar. De acordo com o site ZDNet, em 2019, a Agência de Segurança Cibernética da Alemanha (BSI) recomendou o Firefox como o navegador web mais seguro.

2. Oferece uma excelente experiência do usuário

Outro ponto positivo do navegador é o quanto a sua interface é acessível para novos usuários. Desde o seu lançamento, o grande enfoque do Firefox era ser acessível, e isso acontece, graças à uma interface que é similar a outros navegadores.

Isso acaba tornando a navegação dos usuários mais fácil e organizada. E, caso você tenha fechado a janela ou seu PC foi desligado, não se preocupe: ao reiniciar o navegador, é possível restaurar a última sessão manualmente. Assim, você pode continuar exatamente de onde parou.

Para fazer isso, clique no ícone de "Três linhas" no canto superior direito e, com o menu aberto, clique em "Restaurar sessão anterior".

Clique no ícone de "Três linhas" no canto superior direito e, em seguida, em "Restaurar sessão anterior" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

3. Muitas opções de extensões e customização

O Firefox oferece uma vasta biblioteca de extensões que podem ser adicionadas no browser para personalizar e melhorar a experiência de usuário. O número de extensões ultrapassa a casa de 6000 opções, além de possuir mais de 500 temas.

Isso pode ser uma grande vantagem para quem quer personalizar a interface do navegador para poder trabalhar com mais eficiência, além de deixá-lo com a sua cara.

Mozilla Firefox: desvantagens

1. Problemas de compatibilidade

Apesar de inúmeros pontos positivos, o Firefox não funciona bem em todas as plataformas, especialmente nas mobile. Além disso, alguns sites não são compatíveis com o navegador, o que significa que eles podem não ser exibidos para os usuários da maneira correta.

Determinados sites acabam usando APIs específicas para navegadores que utilizam o Chromium como base, o que pode justificar esta incompatibilidade. A versão web do Skype, por exemplo, não é compatível com o navegador.

A versão web do Skype não é compatível com o Mozilla Firefox (Captura de tela: Matheus Bigogno)

2. O navegador apresenta certa lentidão 

O Firefox enfrenta problemas ao carregar algumas páginas, especialmente se o navegador possui muitas extensões e ferramentas instaladas. A grande capacidade de personalização, por mais positiva que seja, pode se tornar um problema no processamento e no uso de memória.

Nesses casos, opte sempre por utilizar extensões publicadas por desenvolvedores confiáveis e que, de preferência, estejam bem avaliadas no site de extensões do navegador.

3. Consome muita memória do computador

Assim como alguns dos seus concorrentes, outro ponto negativo do Firefox é a alta quantidade de memória RAM e CPU que o navegador utiliza. Este fato pode fazer com que usuários que tenham um equipamento mais básico, não consigam rodar o navegador de forma consistente.

Este problema também pode acontecer com bastante frequência se você abre muitas abas, ou utiliza o navegador por um longo tempo. Fique sempre atento ao uso de RAM do seu dispositivo e reinicie o navegador sempre que preciso. Lembre-se que você pode continuar de onde parou.

Agora você está um pouco mais familiarizado com as vantagens e desvantagens do Mozilla Firefox, um dos navegadores mais seguros da atualidade.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.