Como configurar proteção contra mineração de bitcoin no Firefox

Por Matheus Bigogno Costa | 27 de Julho de 2020 às 13h00

Atualmente, inúmeras empresas têm investido em ferramentas para aumentar a segurança de seus usuários. O Mozilla Firefox conta com um recurso que evita que os computadores sejam utilizados para minerar bitcoins.

Esta prática maliciosa pode fazer com que o seu PC gaste mais energia e reduza o desempenho de processamento. Confira abaixo o passo a passo para ajustar a proteção nativa do Firefox.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Como configurar proteção contra mineração de bitcoin no Firefox

Passo 1: abra o Firefox em seu PC e clique no ícone de “Três linhas” no canto superior direito.

Abra o Firefox e clique no ícone de "Três linhas" no canto superior direito (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 2: com o menu aberto, selecione o item “Opções”.

Com o menu aberto, selecione o item "Opções" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 3: no menu lateral esquerdo, clique em “Privacidade e Segurança”.

No menu leteral esquerdo, clique em "Privacidade e Segurança" (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 4: por padrão, a proteção contra “Criptomineadores” já vem ativada, mas você pode fazer um ajuste maior nas configurações de segurança do navegador.

Na seção "Privacidade do Navegador", você poderá ver as configurações já ativadas (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 5: se você quiser uma segurança mais rigorosa, pode ativar o modo “Rigoroso” do Firefox. Fique atento, pois algumas configurações podem afetar a funcionalidade dos sites que você acessa.

Você pode optar por configurações mais rigorosas de segurança (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Passo 6: mas, se você quiser configurar manualmente a sua proteção, selecione o item "Personalizado". Nele, você pode configurar melhor as opções de "Cookies" e o "Conteúdo de rastreamento" na sua navegação. Caso prefira, você pode desmarcar alguma das opções.

Lembre-se de manter a opção "Criptomineradores" sempre marcada ao realizar os ajustes. Para aplicar as mudanças, clique em "Recarregar todas as abas".

Você pode optar por configurar manualmente as configurações de segurança do Firefox (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Pronto! Agora você pode configurar a proteção nativa do Firefox e navegar mais seguro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.