Xiaomi ultrapassa Apple no mercado de celulares europeu pela primeira vez

Xiaomi ultrapassa Apple no mercado de celulares europeu pela primeira vez

Por Diego Sousa | Editado por Wallace Moté | 06 de Maio de 2021 às 12h20
Reprodução/Xiaomi

Pela primeira vez na história a Xiaomi ultrapassou a Apple no mercado de celulares europeu, revelou um relatório divulgado pela consultoria de mercado Canalys. Durante os três primeiros meses de 2021, a chinesa abocanhou 23% de participação de mercado na região, um crescimento de incríveis 85% em relação ao mesmo período do ano passado. A Samsung ainda é a maior marca da Europa, com 35% de market share.

O continente europeu é um dos principais mercados no segmento de celulares e as quatro maiores fabricantes registraram números extremamente positivos, impulsionados pela retomada do comércio e pelo início da vacinação contra a COVID-19. Apesar de a Apple ter perdido o segundo lugar na região, houve um crescimento de 22% na venda de iPhones quando comparado com o primeiro trimestre de 2020, principalmente graças aos recentes iPhone 12.

(Imagem: Reprodução/Canalys)

O relatório apontou, ainda, que a Xiaomi segue atrás da Maçã na Europa Ocidental, o que significa que a Europa Oriental foi a responsável pela maior parte da alta na demanda da chinesa, sem contar com a Espanha, país onde a empresa é líder por cinco trimestres consecutivos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

(Imagem: Reprodução/Canalys)

A Samsung, por sua vez, teve um aumento respeitável de 21% ano a ano, mostrando que a linha Galaxy S21 foi um grande sucesso em praticamente todos os mercados. A sul-coreana também lidera na Europa Ocidental, com um crescimento de 18% em relação ao ano passado e 37% de market share.

No entanto, quem registrou a maior ascensão ano a ano foi a chinesa OPPO. Se beneficiando com as sanções impostas contra a sua conterrânea Huawei, a fabricante é a atual quarta colocada na Europa, com 4% de participação no mercado e incríveis 153% de crescimento em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Vale mencionar que ainda há muita caminhada para alcançar as três primeiras colocadas, mas ainda assim é um resultado surpreendente.

Fechando o top 5, a Huawei foi a única que registrou quedas na Europa: 80%. Ela ocupa 3% de participação no mercado europeu.

Fonte: Xiaomi  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.