Verizon pode estar interessada em comprar o Yahoo!

Por Redação | 08 de Dezembro de 2015 às 09h51
photo_camera Divulgação

A notícia de que o Yahoo! pode vender sua divisão relacionada a negócios de internet pegou muita gente de surpresa. Afinal, nos últimos dois anos a CEO Marissa Mayer tem feito de tudo para atrair mais usuários e anunciantes para aquela que um dia já foi a principal fonte renda da empresa. Mas agora, com a possibilidade da companhia ser vendida, surgem os possíveis compradores. E a Verizon está entre eles.

Durante a Conferência Anual de Comunicações e Mídia Global do UBS em Nova York, nos Estados Unidos, o diretor financeiro da operadora norte-americana, Fran Shammo, disse que a entidade não descarta analisar a compra do negócio de internet do Yahoo!, que inclui e-mail, sites de notícias e esportes e a tecnologia para anúncios.

"Se acharmos que há um encaixe estratégico, que faz sentido para nossos acionistas e que podemos obter retorno, eu acho que podemos olhar [para uma possível aquisição], mas neste ponto é ainda muito prematuro falar sobre esse assunto", comentou Shammo. "Eu acho que, agora, a diretoria do Yahoo! e seus investidores estão tentando descobrir exatamente o que eles vão fazer [com os ativos da empresa]".

Em maio deste ano, a Verizon confirmou ter adquirido a AOL por US$ 4,4 bilhões com o objetivo de impulsionar o crescimento da operadora e permitir que a corporação entrasse de vez no mercado de vídeos móveis e anúncios dirigidos. Os principais ativos da AOL incluem negócios de assinatura e marcas de mídia como o The Huffington Post, TechCrunch, Engadget, Makers e AOL.com, bem como o seu conteúdo de vídeo original. Além disso, a AOL se tornou uma subsidiária integral da Verizon após a conclusão das negociações.

Segundo informações divulgadas pelo Wall Street Journal, o conselho do Yahoo! teria se reunido durante três dias na semana passada para fazer um balanço da atual situação da empresa. Fontes disseram que entre os assuntos discutidos estavam a venda da divisão web, que inclui seu famoso motor de buscas, e os planos de se desfazer de 15% de participação da companhia no gigante do comércio eletrônico chinês Alibaba Group.

Mesmo sem confirmar se está mesmo vendendo seu negócio de internet, analistas estimam que o Yahoo! pode estar estimado entre US$ 6 bilhões e US$ 8 bilhões, já levando em consideração o fato da empresa ter US$ 5,8 bilhões em caixa e seus ativos no Alibaba. Contudo, uma possível venda só deve se concretizar quando os principais investimentos do Yahoo! forem desmembrados e, assim, conseguir que os compradores adquiram aquilo que possa ser interessante para seus respectivos negócios - o que só deve acontecer em 2016.

Fonte: Bloomberg

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.