Verizon compra AOL por US$ 4,4 bilhões

Por Redação | 12 de Maio de 2015 às 11h33

A Verizon vai adquirir a AOL por US$ 4,4 bilhões, ou US$ 50 por ação. O valor oferecido pela holding norte-americana de telecomunicações está 17% acima do preço de fechamento das ações da AOL nesta segunda-feira (11), equivalente a US$ 42,59.

A aquisição representa mais um passo significativo na construção de plataformas digitais e de vídeo para impulsionar o crescimento da Verizon. O acordo também irá apoiar e se conectar com as plataformas de Internet das Coisas da empresa.

Essa estratégia segue a linha das operadoras de telefonia em todo o mundo, que tentam encontrar novas maneiras de ganhar dinheiro já que seus fluxos tradicionais de receita estão sob pressão de uma nova geração de empresas como Skype, Facebook e WhatsApp.

Os principais ativos da AOL incluem negócios de assinatura e marcas de mídia como o The Huffington Post, TechCrunch, Engadget, Makers e AOL.com, bem como o seu conteúdo de vídeo original. A Verizon também deve aliar seus próprios recursos às plataformas de publicidade da AOL para construir uma plataforma móvel de publicidade.

A transação irá assumir a forma de oferta pública seguida de uma fusão, com a AOL se tornando uma subsidiária integral da Verizon após a conclusão. De acordo com o comunicado de imprensa, o CEO da AOL, Tim Armstrong, vai continuar a executar as operações da empresa depois da concretização do negócio. Dados referentes à fevereiro de 2015 apontam que o executivo detém 1,48 milhão de partes da AOL, ou 1,9% da empresa. "Eu ainda estarei lá por um longo período", disse Armstrong.

A empresa de telecomunicações espera financiar o negócio com dinheiro e dívida de curto prazo dentro dos próximos meses, mas a transação está sujeita às aprovações regulamentais habituais.

Futuro dos funcionários

Por meio de um e-mail enviado aos funcionários da AOL, Tim Armstrong esclareceu algumas possíveis dúvidas em relação à aquisição. Veja um trecho do documento:

"Há duas dúvidas importantes que você pode ter neste momento da carta:

  1. O que isso significa?
  2. O que isso significa para mim (ou seja, você)?

O acordo significa que nós seremos uma divisão da Verizon e nós iremos supervisionar os ativos da AOL e os ativos adicionais da Verizon direcionados ao espaço de mídia móvel e de vídeo. O negócio não vai mudar a nossa estratégia – ele irá expandi-lo. O acordo dará aos nossos negócios de conteúdo uma maior distribuição.

Para você, isso significa crescimento, mobilidade e que a compensação será igual ou melhor que a sua compensação na AOL. Seus benefícios não vão mudar em 2015. Nós acabaremos adotando os planos de benefícios da Verizon, mas isso não vai acontecer até 2016, ou depois, e vamos trabalhar com a Verizon para garantir que os benefícios sejam fortes e cubram áreas importantes da vida das pessoas. A resposta simples para a pergunta 'o que isso significa para você' é: 'Você terá mais recursos, mais apoio e mais oportunidade de crescimento".

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!