Tim Cook chama de “absurda” reportagem sobre sua relação com Jony Ive

Por Rafael Arbulu | 02 de Julho de 2019 às 11h12
Divulgação
Tudo sobre

Tim Cook

Saiba tudo sobre Tim Cook

A noção de que Jony Ive deixou a Apple supostamente em virtude de sua relação estremecida com o CEO da Apple, Tim Cook, são “absurdas e não condizem com a realidade”. Quem diz isso é o próprio chefão da empresa em um e-mail enviado ao repórter Dylan Byers, da CNBC News, nesta segunda (1º).

O CEO também aproveitou a mensagem para refutar a acusação de que ele não teria interesse no design dos produtos da Apple, ressaltando que quem afirma isso “não sabe como funciona” o departamento outrora liderado por Ive. Cook ainda afirmou que o setor “vai prosperar sob a liderança de Jeff [Williams], Evans [Hankey] e Alan [Dye]”, respectivamente, o COO da Apple e os dois líderes das equipes de design, que assumem a gestão da área após a saída de Ive.

O e-mail completo pode ser lido abaixo:

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

“A matéria é absurda. Muito dessa reportagem, e certamente as suas conclusões, não condiz com a realidade. Pelo nível mais baixo, ela mostra uma falta de compreensão de como trabalha o time de design e como trabalha a Apple. Ela distorce relacionamentos, decisões e eventos ao ponto de nós não reconhecermos a empresa que ela tenta descrever.

“O time de design é fenomenalmente talentoso. Como Jony disse, ele está mais forte do que nunca, e eu tenho a total confiança de que ele vai prosperar sob a liderança de Jeff, Evans e Alan. Nós sabemos a verdade, nós sabemos das coisas incríveis que eles são capazes de fazer. Os projetos em que eles estão trabalhando vão deixar a todos de boca aberta”.

Jony Ive anunciou que estaria deixando a Apple no último dia 27 de junho para se dedicar a um projeto próprio: a empresa de design LoveFrom, que abriu em sociedade com o também designer Marc Newson. Ele dedicou-se à Apple por 30 anos e, sob a sua tutela, a equipe de design da Maçã desenvolveu produtos que se tornaram ícones em seus setores, como vários modelos do iPhone e o Apple Watch.

A reportagem a que Cook se refere foi publicada pelo jornal Wall Street Journal. O periódico americano disse que a relação entre o designer e o CEO estava estremecida, a ponto de Cook não ter interesse no processo de desenvolvimento dos produtos e posicionar a Apple segundo uma percepção operacional, ao contrário do foco primário no design pelo qual Steve Jobs tornou-se conhecido.

Com a saída de Ive, a Apple essencialmente não tem mais nenhum executivo de direção da chamada “era Jobs”, de quando o falecido CEO e cofundador da empresa ainda a liderava. A reportagem do Wall Street Journal ainda afirma que, dentro das devidas capacidades, a Apple continuará trabalhando com Jony Ive, agora em caráter terceirizado, por meio da empresa LoveFrom.

Fonte: Dylan Byers (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.