Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

OPPO deixa França após vencer Nokia nos tribunais

Por| Editado por Wallace Moté | 31 de Julho de 2023 às 10h39

Link copiado!

(Imagem: Divulgação/Oppo)
(Imagem: Divulgação/Oppo)
Tudo sobre Oppo

Segundo informações do site Frandroid, a distribuidora exclusiva da Oppo na França, a Yang Technology, anunciou que está encerrando as atividades no país europeu. Na prática, isso significa que não devemos ver celulares da marca sendo distribuídos de forma oficial em território francês, ainda que a companhia tenha confirmado que manterá as operações na região. As notícias chegam pouco depois de uma vitória obtida contra a Nokia nos tribunais, diante de uma disputa de patentes.

Prática comum em diversos países, inclusive no Brasil, a OPPO operava na França utilizando uma distribuidora para vender aparelhos e oferecer suporte, a Yang Technology. A parceira, porém, anunciou nesta semana que irá encerrar as atividades, deixando de atender a gigante chinesa. Em teoria, isso poderia significar que não veríamos mais smartphones OPPO oferecidos de forma oficial na região caso a fabricante não assumisse as operações — o que parece ser o caso, ao menos em partes.

Continua após a publicidade

A companhia confirmou que continuará atendendo aos franceses fornecendo suporte, mas as vendas devem ficar sob responsabilidade de revendedores. "[O] atendimento ao consumidor será assumido pela OPPO para que todos os usuários possam continuar usando produtos OPPO, ter acesso a serviços de pós-venda, receber futuras atualizações de software, etc.", explicou a empresa em nota.

O que torna a situação curiosa é que a mudança chega logo depois da gigante ter vencido a rival Nokia nos tribunais, após dois anos de uma batalha em torno de patentes de tecnologias de redes sem fio, sendo este justamente um dos motivos citados em documentos para que a Yang Technology deixe de trabalhar na França.

A conquista foi obtida em primeira instância, portanto a Nokia pode recorrer, e como batalhas judiciais costumam ser longas e custosas, é possível que a OPPO tenha decidido evitar estender o embate por mais tempo.

Continua após a publicidade

A estratégia não chega a ser uma surpresa, considerando os inúmeros rumores que circulam desde o início do ano, além da saída da marca da Alemanha, onde a fabricante acabou derrotada pela Nokia em outro confronto sobre as mesmas patentes. Também é especulado que o corte de custos seja outro motivador para o encerramento das atividades em algumas regiões da Europa, mas outros mercados, incluindo o brasileiro, não devem ser afetados — ao menos por enquanto.

Fonte: Frandroid, via 9to5Google