Essas são as quatro áreas em que a Google pode detonar a concorrência em 2018

Por Redação | 12 de Janeiro de 2018 às 18h36
photo_camera Design Conceitual
Tudo sobre

Google

2017 foi um ano de bastante crescimento para a já gigante Google, que lançou novos serviços e produtos topo de linha, como a linha de speakers inteligentes Google Home e os smartphones Pixel 2 e 2 XL, por exemplo. E a companhia vem trabalhando intensamente em outras áreas, em que, possivelmente, se destacará em 2018.

Para o analista Eric Sheridan, da UBS, a Google é a principal escolha para crescer exponencialmente neste ano de acordo com seu desempenho operacional atual, sua alocação de capital e seu potencial de aumento de repatriação em dinheiro segundo as novas leis tributárias dos Estados Unidos.

Essas são as quatro áreas que Sheridan aponta como setores em que a gigante se destacará neste ano:

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Computação móvel

A expectativa é de que a Google invista ainda mais dinheiro em computação móvel, já tendo dito a investidores que espera custos de aquisição de tráfego maiores, precisando de uma maior quantidade de dinheiro para pagar fabricantes de smartphones e sites para promover seus serviços.

Inteligência artificial

A Google já vem se destacando frente à concorrência no que diz respeito ao desenvolvimento de soluções com inteligência artificial e aprendizado de máquina. Segundo analistas chineses, as IAs da gigante já são mais inteligentes do que a Siri, da Apple, por exemplo. A IA de 2016 foi avaliada com um QI de 47,3, contra 33 da IA da Baidu, 32 do Bing (Microsoft) e 24 da Siri.

Mídia

As gigantes da tecnologia podem não exatamente ser empresas de mídia, mas muitas delas, como a Google, desempenham papéis essenciais nesse segmento. As companhias precisam aceitar seu papel na disseminação de informação e publicidade, e a Google parece estar saindo à frente nesse quesito.

Nuvem

Recentemente, a Google firmou uma parceria com a Cisco para migrar dados e aplicativos de usuários da Cisco para o Google Cloud. Com a aliança, a gigante das buscas conseguirá competir de maneira mais acirrada com serviços como Amazon Web Services e Microsoft Azure.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.