Apple quer parceria com Taylor Swift e outros artistas para reviver Beats Music

Por Redação | 10.04.2015 às 20:00
photo_camera Divulgação

Era óbvio que, diante do sucesso do Spotify e da chegada do Tidal, a Apple iria investir mais em seu serviço de streaming de músicas. E, embora o Beats Music ainda não tenha o mesmo apelo de seus concorrentes, a empresa de Cupertino quer mudar essa imagem e parece já estar buscando reforços para torná-lo mais competitivo e atraente a novos assinantes.

Segundo o site Bloomberg, a companhia teria entrado em contato com vários artistas, incluindo Taylor Swift e Florence and the Machine, para que eles promovessem a reformulação no serviço e lançassem conteúdo exclusivo que incentivasse as pessoas a se tornarem assinantes.

E é esse o maior desafio da Apple. Afinal, como fazer as pessoas pagarem por um conteúdo quando o maior concorrente oferece exatamente a mesma coisa de graça?

É por conta disso que ela está indo atrás desses cantores e grupos. A ideia é fazer com que eles lancem seus próximos álbuns ou mesmo canções específicas com algum tipo de exclusividade temporária no Beats Music — ou naquilo que ele vai se transformar, já que rumores apontam para uma provável mudança de nome — para incentivar a adesão de assinaturas.

Trata-se basicamente da mesma estratégia adotada por Jay-Z com o Tidal, que já conta com nomes de peso como Rihanna e Beyoncé. Para conseguir bater de frente com o acervo gratuito do Spotify e até mesmo do YouTube, tanto a Apple quanto o rapper terão de encontrar conteúdos que justifiquem ao usuário o pagamento de uma mensalidade.

E, apesar de ainda estar sendo tratada como um rumor, essa história parece coincidir com outro boato surgido mais cedo sobre a aparente negativa do cantor Kanye West a uma parceria com a Apple. Conforme noticiado anteriormente, o cantor havia declinado a uma proposta de alguns milhões de dólares de um contrato de conteúdo desconhecido. Ao que parece, finalmente descobrimos para o que foi o "não" de West.

Via: Bloomberg