Steve Jobs queria que Vaio rodasse Mac OS, revela ex-presidente da Sony

Por Redação | 05.02.2014 às 16:10
photo_camera Divulgação

Steve Jobs sempre defendeu que para os usuários terem uma experiência completa, a Apple deveria entregar a eles um pacote composto por hardware e software feitos um exclusivamente um para o outro. No entanto, poucos sabiam que o visionário empreendedor já quis quebrar essa regra ao tentar estabelecer uma parceria com a Sony.

Segundo informações do The Verge, Jobs tinha uma admiração profunda pela empresa japonesa, que revelou através do seu ex-presidente Kunitake Ando ter recebido ofertas para vender sua linha de laptops Vaio com Mac OS em 2001. A proposta foi feita por Jobs no fim daquele ano numa reunião no Havaí. "Steve Jobs e outro executivo da Apple estavam nos esperando no fim de um campo de golfe segurando um Vaio rodando o Mac OS", disse Ando. Apesar de interessante, a ideia não recebeu a aprovação da maior parte da equipe por trás do Vaio. "Nossa linha de laptops estava totalmente otimizada para rodar o Windows e ganhar a aceitação dos consumidores", revelou o ex-presidente.

Desde então, o OS X cresceu e se fortaleceu e, embora jamais tenha conseguido uma participação de mercado tão relevante quanto o concorrente Windows, por diversas vezes surpreendeu pelo número de vendas. Enquanto isso, a venda de PCs vem experimentando uma queda vertiginosa no número de vendas e enfrentado um novo inimigo: os dispositivos móveis. Agora a Sony estaria prestes a vender a divisão Vaio para a Lenovo, a gigante chinesa fabricante de computadores que recentemente adquiriu a Motorola numa negociação com o Google.

A admiração de Jobs pela Sony e seus produtos é histórica. Segundo Ando, ele sempre manteve contato com os executivos da empresa japonesa e visitava os escritórios dela com frequência para se manter informado sobre os produtos e novidades. A linha de câmeras digitais CyberShot e a loja SonyStyle estavam entre os produtos da companhia que mais impressionaram o co-fundador e ex-CEO da Apple.

"A ideia de incluir um GPS numa câmera foi algo sugerido por Steve Jobs", disse Ando antes de revelar que a Sony inspirou o norte-americano a criar a atualmente famosa Apple Store. "Nós dissemos a ele que a ideia da SonyStyle era ajudar os consumidores a descobrir o que eles poderiam fazer com nossos produtos e ele disse que aquilo era exatamente o que ele precisava para a Apple".