Publicidade

Terremoto | 5 dos tremores de terra mais devastadores do mundo

Por| Editado por Patricia Gnipper | 06 de Fevereiro de 2023 às 20h00

Link copiado!

Imagem: Pierre St. Amand/Domínio Público
Imagem: Pierre St. Amand/Domínio Público

Países que estão próximos ao encontro de placas tectônicas estão sempre em alerta para a ocorrência de terremotos. Afinal, a chance de estes locais já terem sofrido com desastres do tipo é alta.

A humanidade convive com terremotos há milênios. Há registros desses eventos desde, pelo menos, 1177 a.C. na China. Desde então, já foram encontrados relatos de diversos tremores de terra que afetaram civilizações de todo o mundo — dos gregos e romanos na Europa aos povos andinos na América do Sul.

A compreensão de o que são os abalos sísmicos só veio, porém, no século XVIII. E, até o final do século XIX, não se haviam métodos de calcular suas magnitudes. Mesmo o número de vítimas fatais decorrentes destes eventos são estimados com grandes incertezas.

Continua após a publicidade

Qual foi o maior terremoto do mundo?

O terremoto mais potente de que se tem registro aconteceu no Chile em 1960, na cidade de Valdívia, no sul do país. O desastre ocorreu no dia 22 de maio daquele ano e teve como epicentro um ponto no Oceano Pacífico a cerca de 160 quilômetros da costa.

A magnitude do tremor chegou a 9,5 graus. Diversas cidades do litoral chileno foram afetadas, como Puerto Montt e a própria Valdívia. O abalo ainda teve como consequência um tsunami, cujas ondas chegaram a 25 metros de altura.

Continua após a publicidade

Nunca se confirmou o número de vítimas fatais, mas estima-se que ele tenha sido próximo a 1.600 pessoas. Além disso, o evento deixou pelo menos 3.000 feridos e quase 2 milhões de pessoas desabrigadas.

Outros terremotos devastadores

A relação entre magnitude e intensidade não é sempre a mesma. Terremotos com uma alta magnitude podem ter um impacto menor que outros mais fracos, pois a intensidade dos danos vai depender de fatores.

Continua após a publicidade

Entre eles estão a quantidade de pessoas no local, a qualidade das construções, as condições geológicas da região e a ocorrência ou não de outros desastres associados — como os tsunamis, por exemplo. Em magnitude, apenas outros quatro terremotos chegaram aos 9,0 graus.

Veja quais foram os maiores terremotos do mundo e quando aconteceram:

  • Grande Terremoto do Alasca: também conhecido como Good Friday Earthquake — o “Terremoto da Sexta-feira Santa”, o abalo ocorreu neste feriado no ano de 1964 no estado americano do Alasca. Chegando a uma magnitude de 9,2 graus, o evento deixou 139 vítimas.
  • Terremoto e Tsunami de Sumatra: o grande desastre ocorrido em dezembro de 2004 na Indonésia foi causado por um terremoto de 9,1 graus de magnitude. Mais de 225.000 pessoas foram mortas em decorrência também do tsunami gerado pelo sismo.
  • Terremoto e Tsunami de Tohoku: outro terremoto extremamente letal, o abalo sísmico de março de 2011 no Japão deixou quase 20.000 vítimas. Além do tsunami, outro agravante neste caso foi o impacto na central nuclear de Fukushima.
  • Terremoto de Kamchatka: o tremor de 5 de novembro de 1952, no leste da Rússia, atingiu 9,0 graus de magnitude e deixou cerca de 2.300 mortos. A maior parte da população atingida morava em ilhas próximas à península de Kamchatka.