Mudanças climáticas são causadas por humanos — e 99% dos estudos afirmam isso

Mudanças climáticas são causadas por humanos — e 99% dos estudos afirmam isso

Por Wyllian Torres | Editado por Patrícia Gnipper | 19 de Outubro de 2021 às 16h02
Gerd Altmann/Pixabay

Segundo um novo estudo liderado pela Alliance for Science, mais de 99% dos artigos científicos publicados nos últimos anos concordam que as mudanças climáticas estão atreladas à ação humana. A pesquisa, que revisou 8.125 estudos voltados ao clima, ressalta a importância de se reconhecer o principal papel das emissões dos gases de efeito estufa para que o mundo enfrente este crescente problema climático.

Mark Lynas, pesquisador da Alliance for Science e principal autor do estudo, explicou que ele e sua equipe estão virtualmente certos de que o consenso esteja bem acima de 99% e que, portanto, não há margens para dúvidas sobre a influência humana negativa no clima da Terra. O que não faltam são exemplos atuais sobre os impactos devastadores das mudanças climáticas, que já afetam a natureza, a economia e a população mundial.

(Imagem: Reprodução/Mark Lynas et al.)

Apesar do resultado desta pesquisa, muitos levantamentos de opinião pública, bem como a de políticos, revelam como ainda existe um debate significativo entre os cientistas quanto a verdadeira causa das mudanças climáticas. Mais do que diagnosticar o consenso, é necessário quantificá-lo. "De modo a evitar a negociação de papéis escolhidos a dedo, sendo muitas vezes a forma como esses argumentos são realizados na esfera pública", acrescentou Lynas.

Para o estudo, os pesquisadores examinaram aleatoriamente 3.000 estudos dos 8.125 artigos climáticos publicados entre 2012 e 2020. Desse total, apenas quatro se revelaram céticos em relação às mudanças climáticas serem provocadas pela ação humana. Quando a equipe utilizou um algoritmo para revisar todos os artigos, este número subiu para 28 — classificados como implícita ou explicitamente céticos.

Um artigo recentemente publicado na Nature Geoscience revelou como as mudanças climáticas provocadas por humanos têm elevado as temperaturas dos lagos em todo mundo, além de provocar a diminuição da cobertura do gelo. O estudo, conduzido pela Vrije Universiteit Brussel (VUB), também avaliou os diferentes cenários futuros de acordo com os níveis de aquecimento global esperados a partir dos dados do Climate Change Initiative da Agência Espacial Europeia (ESA).

(Imagem: Reprodução/ESA)

A cada 1 °C que sobe na temperatura média do planeta, estima-se que os lagos aqueçam 0,9 °C e percam 9,7 dias de cobertura de gelo. “Esta é uma evidência clara de que a mudança climática induzida pelo homem tem um impacto sobre os lagos”, apontou Iestyn Woolway, ex-bolsista da ESA e coautor do estudo.

Os pesquisadores ressaltam a grande importância do Acordo de Paris para a proteção do sistema terrestre como um todo. “Se conseguirmos reduzir drasticamente nossas emissões nas próximas décadas, ainda podemos evitar as piores consequências para os lagos em todo o mundo”, apontou Wim Thiery, especialista em clima da VUB. Fugir da nossa responsabilidade com o planeta é que não dá mais.

O artigo relatando o consenso por parte dos estudos climáticos foi publicado na Environmental Research Letters.

Fonte: Phys.org, ESA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.