Publicidade

Estudo de emissões de poluentes aponta piores cenários para o clima do planeta

Por| Editado por Patricia Gnipper | 10 de Outubro de 2022 às 17h57

Link copiado!

Imagem: Shraga Kopstein/Unsplash
Imagem: Shraga Kopstein/Unsplash

O impacto das emissões de poluentes na Terra podem ser piores do que se imaginava. Um artigo publicado por pesquisadores da Universidade de Oxford forneceu um novo olhar sobre os efeitos de aerossóis na atmosfera. A equipe de cientistas chegou aos resultados usando novos métodos para analisar a poluição gerada por navios através de imagens de satélites.

Aerossóis são partículas minúsculas, como poeira, fuligem ou mesmo vapor d’água, que ficam suspensas no ar. Estas partículas podem tanto ter origens naturais, como a erupção de um vulcão, como decorrerem de atividades humanas. Este é o caso do estudo, que analisa as trilhas de vapor deixadas por navios.

Este tipo de material é importante de ser analisado pois tem um efeito preocupante em relação ao aquecimento global. Os aerossóis absorvem ou refletem a radiação solar antes que ela chegue à superfície da Terra, o que acaba por resfriá-la. O problema nisso é que ainda não se sabe ao certo como medir este resfriamento — e isso pode comprometer modelos de previsão das mudanças climáticas.

Continua após a publicidade

As embarcações são um bom objeto de pesquisa nesta área pois, como em alto mar estão isoladas de outras fontes de aerossóis, suas emissões não se confundem com as demais. Porém, até hoje só haviam sido feitas pesquisas em que se consideravam as trilhas de navio visíveis por satélite. O estudo, publicado na revista Nature, leva em conta também aerossóis invisíveis, que, na verdade, são a maior parte deles.

De acordo o professor Philip Stier, chegar a estes resultados só foi possível graças à combinação das técnicas de Ciência de Dados e a grande quantidade de informação climática coletada hoje. A equipe alerta para a necessidade de se pensar com mais cuidado nas políticas de redução de poluição atmosférica.

O mesmo grupo de pesquisa recentemente demonstrou a eficácia das novas regulações de combustíveis impostas pela Organização Marítima Internacional na redução da poluição por navios.

Continua após a publicidade

Fonte: Nature Via: Universidade de Oxford