Atualização para iOS 15.5 já está disponível

Atualização para iOS 15.5 já está disponível

Por Alveni Lisboa | Editado por Douglas Ciriaco | 16 de Maio de 2022 às 16h52
Reprodução/Apple

A Apple liberou a versão final do iOS 15.5 e iPadOS 15.5 para os donos de iPhone nesta segunda-feira (16). A atualização chega após quatro betas e uma atualização Release Candidate, distribuída na semana passada.

A atualização é menor em termos de inovação, mais voltada para atender aos anseios dos desenvolvedores de programas e ajustar o sistema para futuras melhorias. O macOS 12.4 também foi lançada para os usuários de notebooks e computadores de mesa da Maçã.

Como de costume, a gigante de Cupertino costuma liberar gradualmente o acesso ao update, portanto pode levar algumas horas até o seu dispositivo ser notificado. Essa possivelmente é a última versão do sistema até a chegada da prévia do iOS 16.

Confira as novidades do iOS 15.5

Ajustes do aplicativo de clima

O iOS 15.5 adicionou um botão "Reportar um problema" na parte inferior do aplicativo Tempo. A ideia é receber feedback do usuário quando encontrar algo de errado, como uma condição meteorológica indevida, falhas na localização e outros ajustes.

Apple Podcasts

O Apple Podcasts recebeu uma novidade para gerenciar programas antigos e novos (Imagem: Divulgação/Apple)

O Apple Podcasts incluiu uma nova configuração para limitar os episódios armazenados no seu iPhone e excluir automaticamente os mais antigos. Esse recurso deve ajudar a otimizar o espaço nos telefones, já que podcasts podem ocupar bastante espaço na memória dos aparelhos.

Locais sensíveis do Fotos

A Apple adicionou uma lista de "Locais Sensíveis" ao aplicativo Fotos para impedir a marcação de fotografias tiradas nestes lugares no recurso de memórias. Essas são as regiões:

  • Memorial do Yad Vashem;
  • Campo de concentração de Dachau;
  • Museu do Holocausto dos EUA;
  • Campo de concentração de Majdanek;
  • Memorial do Holocausto em Berlim;
  • Fábrica de Schindler;
  • Campo de extermínio de Belzec;
  • Casa de Anne Frank
  • Campo de extermínio de Sobibor;
  • Campo de extermínio de Treblinka;
  • Campo de extermínio de Chelmno-Kulmhof;
  • Campo de concentração de Auschwitz-Birkenau

Ainda não está claro no momento, mas é possível que o aplicativo permita futuramente que o próprio usuário defina esse conceito. Nesse caso, você poderia excluir fotos tiradas em um lugar onde ocorreu um acidente, um fato negativo ou qualquer outra coisa que faça a pessoa reviver o sentimento ruim.

Apple Cash

O Apple Pay Cash recebeu os botões Request (Receber) e Send (Enviar) (Imagem: Reprodução/Apple)

O Apple Pay Cash chega com dois novos botões para solicitação e envio de dinheiro. O objetivo é tornar o sistema mais versátil para reduzir a necessidade de recorrer a aplicações de terceiros para fazer esse tipo de remessa.

Além disso, o iTunes Pass, disponível no aplicativo Wallet, agora se chama “Apple Account Card”. A funcionalidade não deve mudar, logo se você comprar um Apple Gift Card ou adicionar dinheiro ao seu ID Apple, o saldo poderá ser usado para comprar produtos na Apple Store, bem como aplicativos, músicas, filmes e assinaturas.

API do Apple Music e Apple Classical

A API do Apple Music permite a terceiros criar soluções para trabalhar em cima de músicas do serviço (Imagem: Thiago Furquim/Canaltech)

Outra novidade é a reintegração da API do Apple Music, que permitirá aos desenvolvedores ajustar o ritmo e as velocidades de reprodução das músicas nos apps de terceiros. Esse recurso havia sido removido devido a conflitos de segurança, mas retorna agora com a promessa de tornar o sistema da Maçã mais amigável para músicos e dançarinos.

O Apple Classical, uma versão do streaming de música voltada para amantes da música clássica, tem várias referências na beta, mas ainda não deve chegar agora. Desde quando comprou a Primphonic em 2021, os fãs do gênero aguardam a introdução das músicas clássicas no rol de produtos da Maçã.

Apesar disso, o aplicativo do Apple Music contém referências para animar os fãs do gênero. Pelo menos três itens no código-fonte (ver acima) dão a entender que o programa de música clássica pode chegar logo para o iPhone.

Novidades do MacOS 12.4

A principal mudança visível do macOS 12.4 é o lançamento da versão estável do Controle Universal. O software estava em beta há alguns meses e finalmente chega de modo definitivo, embora sem nada de novo.

Como o nome sugere, o Controle Universal permite usar um único teclado, mouse ou trackpad para mover o cursor, digitar e até copiar conteúdo entre dispositivos. Cada aparelho mostra a própria tela e apps, mas você pode comandá-los sem precisar emparelhar acessórios diferentes.

O macOS Monterey 12.4 também adicionou um novo papel de parede comemorativo e um recurso que permite limitar os episódios armazenados no Apple Podcasts. O sistema traz também suporte ao Studio Display Firmware Update 15.5.

Essa falta de novidades não chega a surpreender, tendo em vista que a Apple está focada na atualização das próximas versões de seus sistemas operacionais. Com a WWDC mais próxima, a gigante de Cupertino deve estar em fase de conclusão dos ajustes para liberar a primeira versão beta do iOS 16 e do macOS 13 em 6 de junho de 2022.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.