O que é GitHub e como usá-lo

Por Guadalupe Carniel | Editado por Bruno Salutes | 19 de Julho de 2021 às 14h30
freeCodeCamp

Profissionais dos mais variados segmentos utilizam portfólios para exporem seus trabalhos e apresentá-los para mostrar sua expertise profissional. Jornalistas criam blogs ou sites, assim como fotógrafos ou mesmo designers. Mas e quanto aos programadores?

Para eles, existe uma plataforma chamada GitHub onde programadores podem trabalhar em seus projetos, hospedando e gerenciando seus códigos que utilizam o sistema Git como base. Saiba mais sobre o que é o Git, a plataforma GitHub e como começar a usá-lo.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

O que é o GitHub

O Git foi criado em 2005 por Linus Torvalds como um lugar para hospedar o código-fonte do Linux, já que a empresa que o mantinha, a BitKeeper deseja começar a cobrar pelo serviço. Sendo assim, nasceu este repositório para gerenciar códigos-fonte de maneira colaborativa.

Então, em 2008, foi lançada a versão web deste repositório, o GitHub, que atualmente é a maior nuvem de códigos, onde é possível trabalhar com códigos abertos, porém também permite que sejam gerenciados e trabalhos de forma privada apenas pela sua equipe.

Além da versão gratuita, o GitHub conta com dois planos pagos, um pacote intermediário por US$4 dólares/mês com suporte e armazenamento e, um premium por US$21 com mais recursos.

Como usar o GitHub

Passo 1: acesse oGitHub e clique em “Sign up for GitHub” para criar sua conta.

Acesse o site do GitHub (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 2: ao abrir a plataforma, existe um guia, que, para acessá-lo, basta clicar no botão “Read the guide”. Se desejar criar um repositório, entre por meio do botão “Create repository”.

Você pode subir repositórios ou criar o seu próprio (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 3: defina o nome, descrição, se o repositório será público ou privado (podendo ser restrito apenas a você ou à sua equipe) e como ele será iniciado.

Defina e gerencie o seu repositório (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 4: acesse o menu lateral para ter acesso a outras funcionalidades do GitHub.

Utilize o menu para navegar entre as seções do GitHub (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 5: o GitHub também funciona como uma rede social; você pode clicar em “Explore” para ver projetos, tendências e mais.

Você pode explorar e encontrar novos códigos e projetos que te interessam (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 6: nesta seção, você pode explorar e procurar projetos que te interessam, por desenvolvedores ou repositórios, além de selecionar o idioma a ser usado.

Pesquise os diversos projetos no site para colaborar (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Passo 7: se você revisar o código de algum desenvolvedor e desejar que seja notado, clique em “Pull Request” para que o autor possa vê-lo.

Vá em Pull Request se deseja compartilhar suas obersevações apontadas em outros projetos (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

Pronto! Agora você conhece as principais seções do GitHub além de saber melhor o que é a plataforma para desenvolvedores.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.