Publicidade

Nova IA do Google vai usar técnica do AlphaGo para enfrentar o ChatGPT

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 28 de Junho de 2023 às 17h10

Link copiado!

Mitchell Luo/Unsplash
Mitchell Luo/Unsplash
Tudo sobre Google

Uma nova iniciativa em sistema de inteligência artificial está em fase de desenvolvimento pelo Google com o objetivo de rivalizar e superar as capacidades do ChatGPT e outras IAs generativas.

O projeto chamado Gemini está nas mãos do6 Google DeepMind, departamento formado em abril na fusão do laboratório de IA DeepMind com a divisão de pesquisa Google Brain. O departamento está sob o comando de Demis Hassabis, que contou ao Wired mais detalhes sobre o novo modelo de inteligência artificial.

O projeto Gemini do Google DeepMind

Continua após a publicidade

Segundo Hassabis, o Gemini vai se diferenciar de outros modelos de IA pelo emprego de técnicas de aprendizado por reforço usadas no software AlphaGo, desenvolvido pela DeepMind.

Em 2016, o AlphaGo surpreendeu especialistas ao derrotar o campeão no jogo chinês de Go Lee Sedol. Naquela época, muitos acreditavam que as máquinas levariam ainda muitos anos para compreender um jogo tão complexo quanto o Go.

O software havia sido aperfeiçoado com uma combinação de técnica de aprendizado por reforço, no qual recebe feedbacks de suas ações, e um método chamado de “busca em árvore” para explorar e lembrar movimentos possíveis no tabuleiro.

Continua após a publicidade

AlphaGo vs ChatGPT?

Agora, Hassabis quer incorporar o método do AlphaGo para o novo sistema de inteligência artificial. “Podemos pensar no Gemini como uma combinação de alguns dos pontos fortes de sistemas como o AlphaGo junto com os recursos dos grandes modelos de linguagem”, explica.

A equipe do Google DeepMind espera incluir ainda outras áreas de conhecimento no Gemini, incluindo robótica e neurociência. O aprendizado sobre a experiência física do mundo — e não apenas por texto — é considerado um ponto importante para o avanço das tecnologias envolvendo IA.

Enquanto muitos especialistas demonstram preocupação com a evolução das IAs, Hassabis defende que há muito benefícios no desenvolvimento da tecnologia, especialmente para descobertas científicas em áreas como saúde ou clima. “Se feito corretamente, será a tecnologia mais benéfica para a humanidade de todos os tempos”, conclui.

Continua após a publicidade

Quando pronto, o Gemini pode representar uma resposta do Google ao avanço de seus concorrentes nessa área. Desde o lançamento do ChatGPT da OpenAI, a gigante de Mountain View tem acelerado o lançamento de seus produtos com inteligência artificial, como o chatbot Bard e a integração de IA ao mecanismo de busca, para não perder terreno no mercado.

Fonte: Wired