Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

IA da Meta resume notícias e até copia o conteúdo, diz jornal

Por| Editado por Douglas Ciriaco | 29 de Maio de 2024 às 09h17

Link copiado!

Upklyak/Freepik
Upklyak/Freepik

Meta decidiu parar de apresentar links quando alguém usa sua inteligência artificial em busca de notícias e, em vez disso, passou a resumir todo o conteúdo para o usuário. Além disso, parte do apanhado é retirado completamente das páginas, que recebem o crédito apenas no fim do texto — as informações são do jornal The Washington Post.

Copia, mas não faz igual

A movimentação da empresa de Mark Zuckerberg é similar ao que o Google começou a fazer com o “Resumos Gerados com IA na Busca” (AI Overviews in Search, em inglês), que facilita para o leitor se informar sem precisar sair da página — o Google, porém, inclui links para as fontes.

Continua após a publicidade

Tudo funciona da seguinte maneira: ao realizar uma pesquisa na Meta AI para saber das notícias mais recentes, a pessoa recebe um resumo de informações em vez de uma série de links que a levariam para um site com o conteúdo completo. Sendo assim, plataformas que utilizam receita de anúncios e precisam das visitas não vão receber a presença dos usuários — mas dá para piorar.

Segundo a publicação do The Washington Post, depois de alguns testes, os jornalistas perceberam que a inteligência artificial da Meta não apenas resume as notícias, mas em alguns casos reproduz frases semelhantes às dos artigos e até faz cópias completas. As fontes aparecem apenas no fim do texto na opção “View sources”.

Um porta-voz da Meta liberou um posicionamento para o Canaltech:

"O Meta AI baseia-se no conteúdo da web para responder a perguntas dos usuários e fornece fontes para esses resultados de nossos parceiros de mecanismos de busca. Desde o lançamento, fizemos atualizações e melhorias e continuaremos a aprimorar nossos produtos", destaca a empresa.

IA do X/Twitter também resume notícias

Outra plataforma que aderiu aos resumos por inteligência artificial foi o X (antigo Twitter) de Elon Musk. O recurso Stories (não confunda com o do Instagram) pega publicações associadas a tópicos em alta na seção “Para Você” da aba “Explorar” e faz um apanhado para informar os usuários.

A função foi anunciada no início de maio e está disponível apenas para assinantes de planos Premium da rede social na web e no iOS.

Fonte: The Washington Post