SAIU O RESULTADO DO SORTEIO DO PRÊMIO CANALTECH!CONFERIR
Publicidade

Implante cerebral ajuda pacientes sem voz a falar

Por| Editado por Luciana Zaramela | 24 de Agosto de 2023 às 13h01

Link copiado!

Aew/Rawpixel
Aew/Rawpixel

O uso de implantes cerebrais tem sido uma grande aposta da ciência, principalmente no que diz respeito a restaurar as capacidades do ser humano. Em artigo publicado na Nature na última quarta-feira (23), pesquisadores revelaram mais um potencial desses dispositivos: ajudar pacientes sem voz a falar.

Os cientistas desenvolveram um sistema baseado em IA que permitiu a uma mulher com paralisia grave falar através de um avatar digital. Para o estudo, a equipe implantou 253 eletrodos conectados a um equipamento na superfície do cérebro. Os eletrodos interceptaram os sinais cerebrais e os enviaram para um banco.

A equipe treinou os algoritmos de IA do sistema para reconhecer os sinais cerebrais de fala e criaram um sistema que decodifica palavras a partir de fonemas, ou seja, os blocos de construção da fala. Para criar a voz, os pesquisadores usaram uma gravação antiga da paciente (de antes da paralisia).

Continua após a publicidade

A equipe construiu um sistema personalizado que combinou seu software para criar expressões faciais no avatar da mulher à medida que seus sinais cerebrais eram interceptados e convertidos em fala. Conforme anuncia a equipe, o próximo passo é criar um sistema remoto sem fios.

Implante cerebral restaura movimentos

Não é a primeira vez que o implante cerebral é utilizado para devolver alguma função perdida. Em julho deste ano, pesquisadores dos Feinstein Institutes for Medical Research, do Northwell Health conseguiram recuperar o movimento e as sensações de um paciente tetraplégico ao reconectar o cérebro, o corpo e a medula espinhal.

A tecnologia em questão funciona da seguinte maneira: com a ajuda dos chips, o paciente se conecta a um computador que usa IA para ler, interpretar e traduzir a atividade dos seus neurônios. Essa forma de “controle” dos braços é conhecida como terapia dirigida pelo pensamento.

Continua após a publicidade

Em maio deste ano, um homem com paralisia voltou a andar graças a implante cerebral. O paciente perdeu os movimentos das pernas após sofrer um acidente de bicicleta, em 2011. Para voltar a andar usando os seus pensamentos, a equipe médica implantou um dispositivo com eletrodos em seu cérebro, capaz de detectar sua atividade neuronal quando ele pensa em movimentar as pernas.

Implante ajuda a tratar câncer no cérebro

Outra vantagem do implante é ajudar a tratar câncer no cérebro. Em estudo publicado em maio deste ano, cientistas norte-americanos desenvolveram uma nova estratégia que envolve um implante com um dispositivo de ultrassom no crânio e o uso de dois remédios quimioterápicos, paclitaxel e carboplatina.

Continua após a publicidade

Quando o implante já está operante no paciente, os médicos injetam (via intravenosa) pequenas esferas de gordura cheias de gás na corrente sanguínea que devem chegar até os vasos do cérebro.

Fonte: Nature, Interesting Engineering,  CHUVNorthwell Health