Elon Musk diz que chip Neuralink poderá transmitir música direto para o cérebro

Por Ramon de Souza | 20 de Julho de 2020 às 21h15

Chips implantáveis de interface cérebro-computador podem estar mais próximos da realidade do que imaginávamos — ou pelo menos é isso que Elon Musk, bilionário por trás de marcas como Tesla e SpaceX, quer que nós acreditemos.

De acordo com o empresário, seu mais novo empreendimento — a obscura startup Neuralink — está trabalhando em um dispositivo que dará ao usuário o poder de transmitir música diretamente para o seu cérebro, dispensando o uso de fones de ouvido.

As revelações foram feitas por Musk em seu perfil oficial no Twitter, em resposta às indagações do cientista da computação Austin Howard. O executivo pontuou também que o chip “poderá ajudar a controlar níveis hormonais e usá-los em benefício próprio (habilidades e raciocínio aprimorado, alívio de ansiedade etc.)”, garantindo que teremos mais novidades a respeito do projeto dentro dos próximos dias.

Divulgação/Neuralink

A Neuralink foi fundada em 2016 e anunciada em 2017, mas pouco se fala da companhia desde então. Em um evento organizado no ano passado, Musk afirmou que a tecnologia se baseia em um robô-cirurgião cujo funcionamento seria similar a uma “máquina de costura”, inserindo filamentos flexíveis no cérebro e conectando-os a um microchip removível posicionado atrás da orelha do usuário. A transferência de dados seria feita através de um conector USB tipo C.

A priori, o invento teria foco na área médica, podendo ser usado por pessoas que sofrem de doenças como Mal de Parkinson e transtornos psiquiátricos como depressão ou vícios nocivos, “restringindo” as áreas cerebrais responsáveis por esses comportamentos. Testes já efetuados em animais e os primeiros experimentos com cobaias humanas devem ter início ainda no ano de 2020.

Fonte: The Independent

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.