Publicidade

O que é a virtualização assistida por hardware?

Por| Editado por Wallace Moté | 11 de Junho de 2022 às 13h00

Link copiado!

Free-Photos/Pixabay
Free-Photos/Pixabay

A emulação e as máquinas virtuais são duas técnicas interessantes presentes no PC que, apesar de não serem necessariamente a mesma coisa, operam com o conceito similar de reproduzir um computador ou dispositivo de maneira virtual em um computador hospedeiro.

No entanto, dependendo da maneira como são configuradas, essas funcionalidades costumam não ter acesso ao hardware, apresentando baixa performance, especialmente em PCs menos potentes. São nessas situações em que a virtualização assistida por hardware é utilizada.

O que é virtualização assistida por hardware?

Continua após a publicidade

De maneira bastante resumida, ao se estabelecer uma máquina virtual, há três caminhos para que esse sistema convidado seja executado: a virtualização completa, a paravirtualização e a virtualização assistida por hardware.

A virtualização completa não requer ajustes no sistema convidado, que é executado sem saber que está sendo virtualizado, dando ao sistema hospedeiro a responsabilidade de traduzir determinadas instruções que possam não ser compatíveis. A prática afeta o desempenho, mesmo que técnicas como manter instruções traduzidas em cache sejam aplicadas para tentar reduzir esse impacto.

Já na paravirtualização, modificações são feitas no sistema convidado, que fica ciente de estar operando através da virtualização. O funcionamento é mais limitado, e as instruções são processadas por meio de solicitações específicas feitas ao hipervisor, processo responsável por gerenciar as máquinas virtuais, mas a performance é superior diante dessas otimizações.

Com a virtualização assistida por hardware, as máquinas virtuais e emuladores têm acesso direto a determinadas instruções do processador, que rodam de maneira nativa na CPU por serem preparadas especificamente para a virtualização e estarem implementadas no hardware. O método reúne o melhor dos mundos da virtualização e paravirtualização, entregando mais performance e eliminando a necessidade de se realizar ajustes no sistema convidado.

Continua após a publicidade

Como saber se meu PC é compatível com virtualização?

Para verificar se o seu computador é compatível com virtualização acelerada por hardware, há programas específicos para processadores AMD e Intel que confirmam se a tecnologia é ou não suportada, além de exibir todas as tecnologias embarcadas nos processadores. O processo é simples, e deve ser realizado como listado a seguir:

Processadores AMD

1- Baixe o AMD-V Detection Utility através deste link;

Continua após a publicidade

2- Acesse o local de download da pasta compactada, clique com o botão direito do mouse e selecione "Extrair Tudo...";

3- Abra a nova pasta que surgiu após a descompactação, clique com o botão direito no arquivo "amdvhyperv.exe" e abra-o selecionando a opção "Executar como administrador", clicando em "Sim" na janela de confirmação;

4- Uma janela confirmando a presença ou ausência do suporte será exibida, avisando ainda caso o recurso seja suportado, mas não esteja ativado no sistema.

Continua após a publicidade

Processadores Intel

1- Baixe o Intel Processor Identification no site oficial da marca;

2- Após instalar o programa, inicie-o e, na nova janela, selecione a aba "Tecnologias da CPU" (ou CPU Technologies);

Continua após a publicidade

3- Caso seu PC seja compatível com a virtualização, uma linha com um sinal de visto e a descrição "Intel Virtualization Technology" será exibida.

Como ativar a virtualização?

Em PCs compatíveis, o suporte para virtualização pode ser ativado através da BIOS/UEFI, acessada ao ligar ou reiniciar o computador. Para isso, siga os passos listados abaixo:

1- Ligue ou reinicie o computador;

Continua após a publicidade

2- Quando a tela com o logo da fabricante for exibido, aperte o botão indicado na tela para acessar a BIOS — normalmente a tecla F2;

3- Na BIOS, procure o Modo Avançado, ou Advanced Mode, e acesse-o;

4- Acesse a seção "Configurações de CPU" (CPU Configuration);

Continua após a publicidade

5.1- Em PCs com processadores AMD, busque por "AMD SVM Mode" e ative-a ao clicar e selecionar "Enabled";

5.2- Em PCs com processadores Intel, procure por "Intel Virtualization Technology", clique e ative-a selecionando a opção "Enabled";

6- Clique em "Exit" (Sair) e selecione a opção indicada para salvar as modificações (Save Changes) e reiniciar a máquina (Reset).

Continua após a publicidade

Ao ligar o computador novamente, a virtualização já estará ativada. Você pode confirmar se o processo teve sucesso acessando o Gerenciador de Tarefas ao pressionar a combinação de teclas Ctrl + Shift + Esc, acessar a aba "Desempenho", clicar em "CPU" e conferir se a opção "Virtualização" está habilitada.

É importante lembrar que o emulador ou a máquina virtual que você utiliza também deve ter a opção de Virtualização ou Aceleração de Hardware ativada nas configurações.

Fonte: VirtualMetric, Baeldung, BlueStacks (1, 2)