Publicidade
Economize: canal oficial do CT Ofertas no WhatsApp Entrar

Governo dos EUA investiga processador Kirin 9000s do Huawei Mate 60 Pro

Por| Editado por Wallace Moté | 08 de Setembro de 2023 às 14h40

Link copiado!

Divulgação/Huawei
Divulgação/Huawei
Huawei Mate 60 Pro

Poucos dias depois de a Huawei apresentar o Huawei Mate 60 Pro como seu próximo celular avançado, novas notícias apontam que autoridades dos EUA estariam investigando o processador usado no aparelho. Afinal, o chip Kirin 9000s se destacou por trazer um grande salto de inovação por parte da marca chinesa, que vem sofrendo sanções há anos.

Especula-se que existiriam dúvidas em relação a como esse componente foi desenvolvido, e se as restrições do acesso a tecnologias americanas foram respeitadas neste processo.

Continua após a publicidade

De acordo com o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, o país procura “mais informações sobre o caráter e composição” do chip. A fala foi feita durante uma entrevista coletiva realizada na Casa Branca, sede do governo local.

Desde o ano de 2019, a Huawei é impedida de trabalhar com empresas que utilizam tecnologias vindas dos EUA. As medidas foram tomadas por conta de suspeitas de espionagem e acessos indevidos a informações sensíveis do país norte-americano.

Por isso, os últimos lançamentos da marca foram apresentados sem o sistema operacional Android ou suporte para conectividade 5G, por exemplo.

Por sua vez, o chip Kirin 9000s já traz suporte para a geração atual de conectividade móvel, além de ser feito em um processo de fabricação de 7 nanômetros da Semiconductor Manufacturing International Corporation (SMIC). Trata-se de uma empresa chinesa com participação estatal, que também foi incluída nas sanções.

Continua após a publicidade

Kirin 9000s pode ser ponto de retomada da Huawei

A chegada do novo processador é vista com muito entusiasmo por parte dos executivos e engenheiros chineses, já que ele pode recolocar a Huawei no caminho do crescimento dentro do mercado de dispositivos eletrônicos. Ao longo dos últimos anos, a marca viu sua base de consumidores cair de forma significativa, sendo substituída por outras companhias de dentro ou fora da China.

Outras especificações do chip sugerem que ele deve entregar uma performance avançada, pelo menos em teoria. Testes realizados na plataforma AnTuTu mostram que eles teriam um desempenho comparável ao Snapdragon 888, chip topo de linha da Qualcomm em 2020.

Continua após a publicidade

Para isso, o componente traz 12 núcleos (2x Cortex-A34, 6x Cortex-A78AE e 4x Cortex-A510), e frequências máximas de 2,62 GHz. A placa gráfica Maleoon 910 também é inédita, com desenvolvimento da Huawei.

Até o momento não foram divulgados mais detalhes em relação às investigações dos EUA, mas é provável que o processo ocorra em um considerável nível de sigilo. Sullivan apontou que o país “deve continuar com as restrições, que são focadas nas preocupações de segurança nacional”.

Além dos modelos Mate 60 Pro e Pro Plus, a Huawei também apresentou recentemente o modelo dobrável Mate X5 como um novo representante que traz o Kirin 9000s. Com isso, a marca foi capaz de dispensar o Snapdragon 8 Plus Gen 1 presente na geração anterior, e ainda implementou o suporte para o 5G no smartphone mais recente.

Fonte: via CNN