Publicidade

APU AMD Strix Point vaza com 12 núcleos e 24 threads

Por| Editado por Jones Oliveira | 20 de Julho de 2023 às 15h05

Link copiado!

Divulgação: AMD/ Montagem: Felipe Vidal/Canaltech
Divulgação: AMD/ Montagem: Felipe Vidal/Canaltech
Tudo sobre AMD

Após ter dois modelos de APUs vazadas em um banco de dados, outro chip Strix Point com gráficos integrados foi encontrado na plataforma MilkyWay@Home. O vazamento revela que o processador pode ter até 12 núcleos e faz parte da família de produtos com arquitetura Zen 5.

A MilkyWay@Home se tornou um espaço comum para que engenheiros da Intel e AMD testem SKUs não finalizados. Porém, isso acaba gerando inúmeros vazamentos como este. No caso, o modelo encontrado ainda não tem nome oficial e é identificado pelo código “100-000000994-03_N [Family 26 Model 32 Stepping 0]”.

O que torna essa etiqueta interessante é a informação “Family 26”. Todos os processadores com arquitetura Zen 3, Zen 3+ e Zen 4 fazem parte da Família 25, logo, a família posterior deve englobar os futuros modelos que serão produzidos com os núcleos Zen 5 e Zen 5c.

Continua após a publicidade

Por falar nos núcleos, a ficha técnica vazada sugere que essa APU Strix Point tem 24 threads, o que indica que há 12 cores no SKU. Infelizmente não há nenhum outro tipo de informação relevante no site, mas esse aumento no número de núcleos pode sugerir que seja um Ryzen 7 com esteroides.

Strix Point só chega no fim de 2024

O vazamento anterior dessas APUs apontava que um dos modelos mais poderosos da linha, chamado de Starlak ou Strix Halo, teria 16 núcleos de processamento e 40 Unidades Computacionais na placa de vídeo integrada.

Continua após a publicidade

A geração já foi confirmada oficialmente pela AMD e deve adotar o nódulo avançado — possivelmente um misto das litografias de 4 nanômetros (nm) e 3 nm da TSMC. Além disso, esses produtos chegarão com o RDNA 3.5, uma versão revisada da microarquitetura destinada para as iGPUs.

As APUs Strix Point chegam aos notebooks no fim de 2024, mas é possível que versões para computadores de mesa também sejam lançadas no futuro. No mesmo período, a AMD vai lançar os processadores de desktop Granite Ridge, também com Zen 5 e compatibilidade com o soquete AM5, presente nos atuais Ryzen 7000.

Fonte: MilkyWay@Home