AMD lança FidelityFX Super Resolution para competir com DLSS da Nvidia

AMD lança FidelityFX Super Resolution para competir com DLSS da Nvidia

Por Jones Oliveira | 22 de Junho de 2021 às 10h00
Sergio Oliveira/Canaltech

A AMD lança nesta terça-feira (22) a FidelityFX Super Resolution (FSR), tecnologia da companhia que fará frente ao Deep Learning SuperSampling (DLSS) da Nvidia. Na prática, a novidade empregará técnicas de upscaling para melhorar o desempenho dos games, quer eles estejam rodando em placas de vídeo da marca ou da concorrência.

Originalmente, a novidade foi anunciada pela AMD durante a apresentação das GPUs Radeon RX 6000, em outubro de 2020, e ganhou mais detalhes recentemente, durante a Computex 2021. No geral, o FSR roda um algoritmo para escalonar uma imagem para a resolução final desejada pelo usuário. Em outras palavras, isso significa que, em vez de 4K nativo, um jogo roda em resolução menor e passa pelo processo de upscaling, com sua imagem "esticada" e "retrabalhada" para as dimensões desejadas.

Como funciona?

O processo parece trabalhoso, é verdade, mas a verdade é que ele garante até 2,8 vezes mais desempenho rodando jogos compatíveis em 4K. E o mais interessante é que, diferentemente do DLSS da Nvidia, o FidelityFX Super Resolution não exige que a GPU tenha núcleos tensor ou qualquer outro hardware dedicado a deep learning, então ele funciona desde as Radeon RX 500 até às atuais Radeon RX 6000.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Outro plus muitíssimo bem-vindo é que toda a biblioteca de efeitos da tecnologia tem código-fonte aberto, favorecendo a rápida adoção pela indústria, maior flexibilidade para os desenvolvedores, escalabilidade e implementação até mesmo pelas GeForce a partir da família GTX 10, vejam só.

Tecnologias do AMD FSR têm código-aberto para ampliar velocidade de adoção pelas desenvolvedoras
Tecnologias do AMD FSR têm código-aberto para ampliar velocidade de adoção pelas desenvolvedoras (Imagem: Reprodução/AMD)

Mas, e na prática? Como essa "mágica" funciona? De acordo com a AMD, o FSR entra em ação antes da aplicação de efeitos às imagens — garantindo o máximo de performance possível — e executa duas passagens no processo de upscaling e tratamento da imagem. Na primeira delas, a tecnologia "estica" a imagem de uma resolução menor para a resolução-alvo — por exemplo: pega uma fonte em 2.560 x 1.440 pixels e a redimensiona para 4K. Em seguida, entra em ação um algoritmo que reconstrói a imagem em alta resolução e realça as texturas para melhorar a nitidez da imagem de maneira a deixá-la o mais próxima possível da resolução-alvo nativa e de acordo com o perfil de qualidade selecionado.

Falando nisso, ao todo serão quatro perfis preestabelecidos baseados no fator de escala que poderão ser selecionados pelo jogador: desempenho, balanceado, qualidade e ultra qualidade. Na prática, isso significa que quanto mais próxima da resolução de destino a resolução de origem for, melhor o resultado do upscalling. Mas vale atentar para o fator "poder de fogo" da sua placa de vídeo: embora a qualidade da imagem final seja a mesma independentemente do modelo utilizado, o quanto ele vai "suar" para executar o trabalho é diretamente proporcional às suas especificações.

Ao todo, AMD FSR tem quatro perfis de upscaling predefinidos e que o usuário pode escolher
Ao todo, AMD FSR tem quatro perfis de upscaling predefinidos e que o usuário pode escolher (Imagem: Reprodução/AMD)

Em outras palavras, você terá uma margem considerável para encontrar o ajuste ideal para rodar seus jogos preferidos na qualidade e desempenho que desejar, às vezes priorizando quadros por segundo; outras, gráficos deslumbrantes.

Disponibilidade e suporte

Como dito anteriormente, a AMD está liberando o FidelityFX Super Resolution nesta terça-feira (22). A data também marca a disponibilização do código-fonte da tecnologia no GPU Open, middleware onde os desenvolvedores podem acessar, baixar e utilizar a tecnologia livremente.

A estreia da tecnologia acontece em parceria com sete títulos:

  • Godfall
  • The Rift Breaker
  • 22 Racing Series
  • Anno 1800
  • Evil Genius 2: World Domination
  • Kingshunt
  • Terminator Resistance

De acordo com a AMD, 12 outros jogos confirmaram suporte ao FSR "em breve", incluindo Far Cry 6, Resident Evil Village, Forspoken, Dota 2 e Farming Simulator 22. Embora a empresa não tenha falado nada sobre o assunto, o FidelityFX Super Resolution também deve começar a dar as caras em jogos para Xbox Series X e S nos próximos meses.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.